sicnot

Perfil

Economia

Menos 6.500 postos de trabalho em 2015 na Shell

A gigante petrolífera Royal Dutch Shell anunciou hoje uma redução de 6.500 postos de trabalho este ano devido à queda dos preços do petróleo.

© Luke MacGregor / Reuters

"A desaceleração do preço do petróleo pode durar vários anos e as previsões de planos da Shell refletem a realidade atual do mercado", refere a empresa, em comunicado, acrescentando que antecipa "cerca de 6.500 reduções de pessoal" em 2015.

No início do ano, a Shell revelou a intenção de comprar a rival britânica BG Group, por 67 mil milhões de euros.

Também hoje, a Centrica, a maior distribuidora doméstica britânica de energia, anunciou que vai reduzir 4.000 postos de trabalho, como parte de um programa de corte de custos, até 2020.

Os preços do petróleo caíram metade do seu valor para cerca de 50 dólares por barril desde junho do ano passado, devido a excesso de oferta.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.