sicnot

Perfil

Economia

Menos 6.500 postos de trabalho em 2015 na Shell

A gigante petrolífera Royal Dutch Shell anunciou hoje uma redução de 6.500 postos de trabalho este ano devido à queda dos preços do petróleo.

© Luke MacGregor / Reuters

"A desaceleração do preço do petróleo pode durar vários anos e as previsões de planos da Shell refletem a realidade atual do mercado", refere a empresa, em comunicado, acrescentando que antecipa "cerca de 6.500 reduções de pessoal" em 2015.

No início do ano, a Shell revelou a intenção de comprar a rival britânica BG Group, por 67 mil milhões de euros.

Também hoje, a Centrica, a maior distribuidora doméstica britânica de energia, anunciou que vai reduzir 4.000 postos de trabalho, como parte de um programa de corte de custos, até 2020.

Os preços do petróleo caíram metade do seu valor para cerca de 50 dólares por barril desde junho do ano passado, devido a excesso de oferta.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Cágado tratado com implante impresso em 3D
    2:26
  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.