sicnot

Perfil

Economia

PS diz que número que conta é o dos 203 mil empregos "destruídos" em 4 anos

O PS considerou hoje que "o número que verdadeiramente conta" sobre o desemprego são os "empregos destruídos", sustentando que ao fim de quatro anos de Governo PSD/CDS-PP esse número é já de 203 mil.

Em declarações à Lusa a propósito da estimativa mensal divulgada esta manhã pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que aponta que a taxa de desemprego se manteve inalterada em junho face a maio, nos 12,4%, o vice-presidente da bancada do PS Pedro Nuno Santos argumentou que "a maioria dos desempregados não está refletida" nos números anunciados pelo INE.

Pois, defendeu, aos desempregados contabilizados pelo INE há que acrescentar "todos aqueles que foram obrigados a emigrar", os desempregados que deixaram de procurar emprego e os desempregados que frequentam programas ocupacionais.

Somando estes desempregados aos números do INE, disse, a taxa de desemprego dispara para lá dos 20%, aproximando-se mesmo dos 25%, ou pelo INE.

Por isso, sublinhou, "o número que verdadeiramente conta é o dos empregos destruídos".

E, durante os quatro anos em que o atual Governo PSD/CDS-PP esteve em funções, 203 mil empregos foram destruídos, acusou.

Ainda segundo o INE, a estimativa provisória da população desempregada para junho de 2015 foi de 636,4 mil pessoas, enquanto a estimativa provisória da população empregada foi de 4.492,7 mil pessoas, mantendo-se ambas "praticamente inalteradas" em relação ao mês anterior.

Lusa

  • Voluntários portugueses rumam ao México com cães de salvamento
    1:59

    Mundo

    Nuno Vieira e Marco Saraiva são voluntários de Braga. Com os seus dois cães, "Koi" e "Yuki", formam uma equipa de resgate e partem esta noite para o México, para ajudar na busca e salvamento de vítimas do terramoto que abalou o país esta terça-feira. A equipa portuguesa faz parte de uma ONG espanhola.

  • Furacão Maria deixa rasto de destruição em Porto Rico
    1:16
  • Sabe onde fica a Nambia? Algures em África, segundo Trump

    Mundo

    "O sistema de saúde na Nambia é incrivelmente autossuficiente", declarou o Presidente dos Estados Unidos num discurso proferido num almoço com líderes africanos. No encontro, realizado esta quarta-feira à margem da 72.ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque, Donald Trump repetiu o erro. Os utilizadores das redes sociais não perdoaram mais este "lapso" do chefe de Estado norte-americano.

  • DGS garante que não há perigo de dengue
    2:09
  • Episódio da Abelha Maia censurado por queixas de obscenidade

    Cultura

    A plataforma digital Netflix viu-se obrigada a retirar um episódio da Abelha Maia depois das queixas de pais norte-americanos por causa de um "desenho obsceno", em forma de pénis. Aparentemente, terá sido só removido para quem acede nos EUA dado que, ao que a SIC pôde constatar, a partir de Portugal o episódio 35 está disponível.

  • Yoko Ono obriga limonada "John Lemon" a mudar de nome

    Cultura

    A viúva do Beatle John Lennon ameaçou processar uma empresa de bebidas polaca por causa da limonada "John Lemon". Yoko Ono não terá gostado do trocadilho entre Lennon e Lemon (limão, em inglês) e quer ver toda e qualquer garrafa com este rótulo retirada do mercado.

  • Restaurante em prisão na Colômbia serve comida confecionada por detidas
    1:04