sicnot

Perfil

Economia

Petrobras recebe de volta 18,36 milhões de euros desviados em subornos sobre contratos

A Petrobras anunciou ter recebido esta sexta-feira 69 milhões de reais (18,36 milhões de euros) devolvidos de contas bancárias na Suíça, após terem sido desviados com subornos recebidos por um ex-administrador sobre contratos da empresa.

No último mês de maio, a Petrobras recebeu 157 milhões de reais (41,77 milhões de euros) relativos a subornos desviados de contratos. (Arquivo)

No último mês de maio, a Petrobras recebeu 157 milhões de reais (41,77 milhões de euros) relativos a subornos desviados de contratos. (Arquivo)

Leo Correa / AP

Outros 17,9 milhões de reais (4,76 milhões de euros) também já foram repatriados das contas do ex-administrador da Petrobras Pedro Barusco, mas continuam à disposição da Justiça para indenizar outras possíveis vítimas que sejam identificadas até o fim do processo.

A devolução do dinheiro à Petrobras foi oficializada num evento no Rio de Janeiro, com a presença do presidente da empresa, Aldemir Bendine, que afirmou que a companhia tem a confirmação de que irá receber mais um montante da repatriação, cujo valor ainda está a ser calculado.

No último mês de maio, a Petrobras recebeu 157 milhões de reais (41,77 milhões de euros) relativos a subornos desviados de contratos.

A empresa estima que as perdas com corrupção cheguem a 6.200 milhões de reais (1.650 milhões de euros) e Bendine afirmou ter a expetativa de recuperar todo esse valor.

Lusa

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Viver em Évora
    5:11
  • Ano letivo "de uma maneira geral começou bem"

    País

    O Presidente da República considerou esta sexta-feira que o ano letivo "de uma maneira geral começou bem" e defendeu a possibilidade serem feitas "correções" a situações "injustas ou discutíveis" entre os concursos que se realizam de quatro em quatro anos.