sicnot

Perfil

Economia

Salários na Autoridade Metropolitana dos Transportes do Porto estão em risco

A Área Metropolitana do Porto (AMP) alertou hoje que o pagamento dos salários de agosto dos trabalhadores da Autoridade Metropolitana dos Transportes do Porto (AMTP) está em risco.

(Lusa/Arquivo)

(Lusa/Arquivo)

LUSA

Em reunião do Conselho Metropolitano do Porto (CmP), o líder da comissão executiva do órgão, Lino Ferreira, afirmou que os contactos mantidos durante este mês de julho com o Governo para resolver esta questão não tiveram sucesso e que apenas foi dito pela secretária geral do Orçamento que "é necessário serenar a AMP, porque tudo se vai resolver em tempo".

"Não sei com que dinheiro e não faço ideia nenhuma como é que se vai pagar", frisou Lino Ferreira, explicando que a lei determina que a partir do dia 08 de agosto as competências e os atuais dez funcionários da AMTP passam para a AMP, no âmbito da extinção daquela estrutura.

O responsável explicou ainda, ao abrigo da legislação, os custos são assegurados pelo Orçamento do Estado, mas até ao momento, a apenas oito dias do prazo definido, não houve qualquer transferência de verbas necessárias para o funcionamento da autoridade, nem indicações concretas sobre a própria estrutura.

O presidente do CmP, Hermínio Loureiro (PSD), mostrou-se preocupado com a situação, temendo mesmo que os próximos tempos possam "ser caóticos".

No final da reunião, em declarações aos jornalistas, Hermínio Loureiro alertou o Governo para a necessidade de "procurar otimizar, agilizar os procedimentos para que as pessoas possam receber os seus salários".

"Aquilo que queremos é que a Direção-Geral do Orçamento nos transfira as verbas", disse, reafirmando que a questão da mobilidade na AMP "é uma das principais prioridades" dos 17 autarcas que fizeram o seu trabalho e esperam agora que "que as outras entidades possam atuar da mesma forma".

Os 17 autarcas da AMP criaram em junho um grupo de trabalho para acompanhar a entrada em vigor do Novo Regime Jurídico dos Transportes, que vai fazer transitar para a AMP as funções atualmente exercidas pela AMTP, que será extinta, na gestão dos transportes.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.