sicnot

Perfil

Economia

Rússia destrói alimentos europeus e norte-americanos sob embargo

A Rússia começou hoje a destruir produtos alimentares europeus e norte-americanos sob embargo, em conformidade com um decreto do Kremlin.

Agricultores franceses distribuem produtos grátis em protesto contra embargo russo.

Agricultores franceses distribuem produtos grátis em protesto contra embargo russo.

© Philippe Wojazer / Reuters

Há cerca de um ano que a Rússia proíbe a importação da maioria dos produtos alimentares dos países que impuseram sanções pelo papel de Moscovo na guerra na Ucrânia, uma decisão que afetou particularmente o setor agrícola europeu.

Estes produtos, que eram até aqui simplesmente devolvidos aos países de origem pelas alfândegas, vão passar a ser destruídos no local pelas autoridades, quer sejam apreendidos na fronteira ou em lojas.

A agência de saúde pública russa Rosselkhoznadzor anunciou esta manhã uma primeira apreensão de 73 toneladas de peixes e nectarinas na fronteira com a Bielorússia, que transitavam com um certificado turco falso e que serão destruídas.

Na terça-feira, as autoridades russas procederam, em Samara (centro), à primeira destruição de 114 toneladas de carne de porco europeia, numa demonstração da determinação das autoridades.

Na quarta-feira, várias personalidades de diferentes quadrantes políticos manifestaram-se contra a destruição destes produtos, pedindo que fossem distribuídos por pessoas necessitadas.

O líder do Partido Comunista russo Guennadi Ziuganov lamentou "uma medida extrema", enquanto o advogado Evgueni Bobrov, membro do conselho dos direitos humanos no Kremlin, denunciou "uma proposta arbitrária".

Uma petição assinada por mais de 250 mil pessoas no 'site' "Change.org" exige que os alimentos apreendidos sejam dados "aos antigos combatentes, deficientes e famílias numerosas e a todos que tenham sofrido os efeitos de desastres naturais recentes".

O diário russo Vedomosti denunciou, em editorial hoje publicado, uma "barbárie ostensiva" e uma "guerra absurda contra alimentos em período de crise económica".

As autoridades, que acusam países como a Bielorrússia ou o Cazaquistão de fazer entrar em território russo produtos europeus sob embargo como se fossem produtos locais, esperam que alguns casos de destruição cheguem para desencorajar pessoas tentadas a desrespeitar o embargo.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Cultura

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16