sicnot

Perfil

Economia

Grupo Ageas em "negociações exclusivas" para compra da Axa Portugal

O grupo segurador belga Ageas anunciou esta sexta-feira estar em "negociações exclusivas" para comprar por 190,8 milhões de euros a congénere Axa Portugal.

Ainda dependente da aprovação do regulador do mercado, a transação deverá, segundo a Ageas, estar concluída no primeiro semestre de 2016. (Arquivo)

Ainda dependente da aprovação do regulador do mercado, a transação deverá, segundo a Ageas, estar concluída no primeiro semestre de 2016. (Arquivo)

SIC

Em comunicado, a Ageas -- que já detém em Portugal o negócio não vida da Ocidental e tem uma parceria com o BCP para a área vida -- destaca que a concretização do negócio elevaria o grupo da atual 6.ª para a 2.ª posição no 'ranking' das operações não vida em Portugal, com uma quota de mercado de 14,4%.

"Esta aquisição seria um importante marco no desenvolvimento das atividades da Ageas em Portugal e aceleraria uma mudança no 'mix' do negócio com o fortalecimento do ramo não vida, em linha com a estratégia da Ageas para crescer mais nesse segmento e, ao mesmo tempo, permitiria o acesso a uma plataforma direta de vendas na Internet", refere.

Por outro lado, acrescenta, "esta transação fortaleceria a posição da Ageas em Portugal, que é um dos mercados alvo da empresa, especialmente no segmento não vida, e complementaria as atividades da Ageas, alargando o seu raio de ação além do atual foco nos seguros bancários".

Ainda dependente da aprovação do regulador do mercado, a transação deverá, segundo a Ageas, estar concluída no primeiro semestre de 2016.

Lusa

  • Descida da TSU inconstitucional?
    2:37

    TSU

    Especialistas ouvidos pela SIC põem em causa a constitucionalidade da descida da Taxa Social Única dos patrões, como contrapartida pelo aumento do salário mínimo. Como se trata de um imposto pago pelas empresas, só o Parlamento pode decidir uma alteração nas taxas. Neste caso, o Governo decidiu sozinho.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.