sicnot

Perfil

Economia

Taxas Euribor sobem a seis e nove meses, descem a doze e mantêm-se a três meses

As taxas Euribor subiram hoje a seis e a nove meses, desceram a 12 meses e mantiveram-se a três meses em relação a sexta-feira.

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, foi hoje fixada em 0,048%, depois de ter na sexta-feira se ter situado num novo mínimo histórico nos 0,046%.

A nove meses, a Euribor subiu para 0,099%, acima do mínimo histórico de 0,098% de sexta-feira e registado pela primeira vez a 28 de maio passado.

A Euribor a três meses, em terreno negativo desde 21 de abril passado, manteve-se hoje em -0,024%, atual mínimo histórico registado pela primeira vez a 05 de agosto.

No prazo de doze meses, a Euribor caiu para 0,162%, depois de ter descido a 02 de junho até 0,158%, o atual mínimo de sempre.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.