sicnot

Perfil

Economia

Google muda estrutura corporativa e cria "Alphabet"

A empresa Google anunciou hoje que vai mudar a sua estrutura empresarial para melhorar a gestão e colocar os produtos da secção de investigação e desenvolvimento (I&D) sob um novo desígnio corporativo, que se chamará "Alfabeto" ('Alphabet').

Virginia Mayo

Num anúncio-surpresa, o chefe executivo "Alphabet", Larry Page, disse que esta será a "empresa guarda-chuva para o braço de tecnologia de pesquisa 'X Lab'", unidade de investimento do Google Ventures e operações de saúde e ciência, assim como para a unidade de pesquisa do Google, cujo CEO será o atual vice-presidente Sundar Pichai.

"Estamos a criar uma nova empresa, chamada 'Alphabet'. Estou entusiasmado por ter sido nomeado para CEO desta empresa, que irei comandar com a ajuda do meu parceiro Sergey, como presidente", disse Larry Page, explicando que a estrutura é "principalmente um conjunto de várias empresas", das quais a maior é a Google.

Alphabet Inc. irá substituir a Google Inc. como uma entidade de capital aberto, sendo que todas as ações da Google vão automaticamente ser convertidas em ações da 'Alphabet', com os mesmos direitos, informou Larry Page, explicando que a Google passará a ser uma subsidiária total da empresa 'Alphabet'.

Esta restruturação surgiu no momento em que os responsáveis receiam que o domínio Google tenha atingido o pico máximo e esteja a sofrer uma desvalorização pelos utilizadores, devido à falta de adequação do motor de pesquisa com a mudança das necessidades dos seus utilizadores.

A empresa Google foi durante anos líder do motor de busca na Internet, que, aliada à publicidade que havia nas suas páginas, se tornou num negócio bastante rentável.

Todas as empresas pertencentes à Google têm lutado contra a desvalorização da mesma, acrescentando-lhe inovação noutras áreas: automóveis automáticos, Google Glass, balões de Internet, cuidados de saúde, pagamentos móveis através da Google TV, automação residencial e a sua rede social Google+, entre outras, concluiu.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Buscas no Benfica? "A Justiça está a funcionar"
    0:18

    Desporto

    Bruno de Carvalho reagiu esta quinta-feira às buscas efetuadas no Benfica. À saída de uma audiência no Ministério da Educação, o presidente do Sporting abordou o tema para dizer que é sinal de que a justiça está a funcionar.

  • Este foi provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O clube de amigos de António Costa

    Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC