sicnot

Perfil

Economia

Chinesa Lenovo despede 3 mil trabalhadores depois de lucros caírem para metade

A gigante tecnológica chinesa Lenovo anunciou esta quinta-feira que vai despedir 3 mil trabalhadores, após uma quebra de mais de 50% dos lucros no primeiro trimestre.

Os resultados líquidos desceram 51%, para 105 milhões de dólares (94 milhões de euros), nos primeiros três meses até 30 de junho - que a empresa designa como o seu primeiro trimestre - face aos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) que lucrou no período homólogo. (Arquivo)

Os resultados líquidos desceram 51%, para 105 milhões de dólares (94 milhões de euros), nos primeiros três meses até 30 de junho - que a empresa designa como o seu primeiro trimestre - face aos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) que lucrou no período homólogo. (Arquivo)

© Bobby Yip / Reuters

Também as receitas do maior fabricante mundial de computadores falharam as previsões dos analistas, o que o presidente-executivo da empresa, Yuanqing Yang, associou ao "ambiente de mercado mais difícil dos últimos anos".

Os resultados líquidos desceram 51%, para 105 milhões de dólares (94 milhões de euros), nos primeiros três meses até 30 de junho - que a empresa designa como o seu primeiro trimestre - face aos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) que lucrou no período homólogo.

Os resultados antes de impostos também afundaram quase 80%, enquanto as receitas cresceram uns ligeiros 3%, para 10,7 milhões de dólares (9,6 milhões de euros), ficando aquém das expetativas dos analistas da Bloomberg que previam uma faturação de 11,5 milhões de dólares (10,3 milhões de euros).

Num comunicado enviado à bolsa de valores de Hong Kong, a Lenovo afirmou que pretende reduzir os custos em 1,35 mil milhões de dólares por ano (1,21 mil milhões de euros) e acabar com 3.200 postos de trabalho fora das fábricas - cerca de 5% da sua força de trabalho em todo o mundo.

"Face aos resultados financeiros que não cumpriram as nossas expectativas, a Lenovo vai tomar ações decisivas, de grande escala - incluindo melhorar o alinhamento dos seus negócios e reduzir significativamente os custos", declarou a empresa.

A Lenovo sofreu os efeitos do decréscimo mundial da procura de PC (computadores pessoais), que representam cerca de um terço das suas receitas, apesar das tentativas para diversificar as suas atividades, incluindo o mercado de 'smartphones'.

As receitas do negócio de PC caíram 13% em termos homólogos, enquanto o setor dos telemóveis (que conta com a Lenovo e a Motorola) cresceu 33%.

A Lenovo comprou a Motorola ao Google por 2,9 mil milhões de dólares (2,6 mil milhões de euros) no passado mês de outubro.

Lusa

  • Chinesa Lenovo destrona HP no mercado dos PC 

    Vida

    O fabricante chinês Lenovo vendeu mais  computadores no terceiro trimestre do ano que o norte-americano Hewlett  Packard, até aqui o número um mundial, num mercado globalmente em recuo,  informou hoje um instituto de pesquisa de mercado, noticia a AFP. 

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Incêndio num estádio em Xangai destrói parte da bancada

    Mundo

    O Estádio Hongkou da equipa chinesa Shanghai Shenhua foi atingido esta terça-feira por um incêndio que acabou por danificar parte da bancada e algumas salas no interior da infraestrutura. Para o local, foi enviada uma equipa de bombeiros que conseguiu controlar as chamas.