sicnot

Perfil

Economia

Chinesa Lenovo despede 3 mil trabalhadores depois de lucros caírem para metade

A gigante tecnológica chinesa Lenovo anunciou esta quinta-feira que vai despedir 3 mil trabalhadores, após uma quebra de mais de 50% dos lucros no primeiro trimestre.

Os resultados líquidos desceram 51%, para 105 milhões de dólares (94 milhões de euros), nos primeiros três meses até 30 de junho - que a empresa designa como o seu primeiro trimestre - face aos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) que lucrou no período homólogo. (Arquivo)

Os resultados líquidos desceram 51%, para 105 milhões de dólares (94 milhões de euros), nos primeiros três meses até 30 de junho - que a empresa designa como o seu primeiro trimestre - face aos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) que lucrou no período homólogo. (Arquivo)

© Bobby Yip / Reuters

Também as receitas do maior fabricante mundial de computadores falharam as previsões dos analistas, o que o presidente-executivo da empresa, Yuanqing Yang, associou ao "ambiente de mercado mais difícil dos últimos anos".

Os resultados líquidos desceram 51%, para 105 milhões de dólares (94 milhões de euros), nos primeiros três meses até 30 de junho - que a empresa designa como o seu primeiro trimestre - face aos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) que lucrou no período homólogo.

Os resultados antes de impostos também afundaram quase 80%, enquanto as receitas cresceram uns ligeiros 3%, para 10,7 milhões de dólares (9,6 milhões de euros), ficando aquém das expetativas dos analistas da Bloomberg que previam uma faturação de 11,5 milhões de dólares (10,3 milhões de euros).

Num comunicado enviado à bolsa de valores de Hong Kong, a Lenovo afirmou que pretende reduzir os custos em 1,35 mil milhões de dólares por ano (1,21 mil milhões de euros) e acabar com 3.200 postos de trabalho fora das fábricas - cerca de 5% da sua força de trabalho em todo o mundo.

"Face aos resultados financeiros que não cumpriram as nossas expectativas, a Lenovo vai tomar ações decisivas, de grande escala - incluindo melhorar o alinhamento dos seus negócios e reduzir significativamente os custos", declarou a empresa.

A Lenovo sofreu os efeitos do decréscimo mundial da procura de PC (computadores pessoais), que representam cerca de um terço das suas receitas, apesar das tentativas para diversificar as suas atividades, incluindo o mercado de 'smartphones'.

As receitas do negócio de PC caíram 13% em termos homólogos, enquanto o setor dos telemóveis (que conta com a Lenovo e a Motorola) cresceu 33%.

A Lenovo comprou a Motorola ao Google por 2,9 mil milhões de dólares (2,6 mil milhões de euros) no passado mês de outubro.

Lusa

  • Chinesa Lenovo destrona HP no mercado dos PC 

    Vida

    O fabricante chinês Lenovo vendeu mais  computadores no terceiro trimestre do ano que o norte-americano Hewlett  Packard, até aqui o número um mundial, num mercado globalmente em recuo,  informou hoje um instituto de pesquisa de mercado, noticia a AFP. 

  • Santana Lopes confirma buscas na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
    1:26

    País

    Pedro Santana Lopes confirmou esta quarta-feira a realização de buscas por parte da polícia judiária à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. O provedor da Santa Casa disse aos jornalistas que o processo está relacionado com suspeitas em compras efetuadas pela Misericórdia, situação que há dois anos já tinha sido objeto de inquérito interno.

  • Oposição aproveita debate quinzenal para questões sobre a CGD
    2:35

    Caso CGD

    A oposição aproveitou o debate quinzenal para questionar o primeiro-ministro sobre a polémica em torno da Caixa Geral de Depósitos. O CDS exigiu provas de António Costa para afirmar que as contas do banco foram maquilhadas e o PSD perguntou ao primeiro-ministro se não estranha a demissão de António Domingues quando este apresentou a declaração de rendimentos.

  • Turismo da Madeira investe mais de 3 milhões de euros no programa de festas
    2:22

    País

    A Madeira já vive a época de Natal. O turismo da região investiu mais de 3 milhões de euros no programa de festas de Natal e Fim de Ano para atrair os turistas. Os residentes e também turistas aproveitam para desfrutar do ambiente mágico proporcionado pelas tradicionais iluminações à mistura com as decorações e gastronomia típicas da quadra.

  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.