sicnot

Perfil

Economia

Chinesa Lenovo despede 3 mil trabalhadores depois de lucros caírem para metade

A gigante tecnológica chinesa Lenovo anunciou esta quinta-feira que vai despedir 3 mil trabalhadores, após uma quebra de mais de 50% dos lucros no primeiro trimestre.

Os resultados líquidos desceram 51%, para 105 milhões de dólares (94 milhões de euros), nos primeiros três meses até 30 de junho - que a empresa designa como o seu primeiro trimestre - face aos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) que lucrou no período homólogo. (Arquivo)

Os resultados líquidos desceram 51%, para 105 milhões de dólares (94 milhões de euros), nos primeiros três meses até 30 de junho - que a empresa designa como o seu primeiro trimestre - face aos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) que lucrou no período homólogo. (Arquivo)

© Bobby Yip / Reuters

Também as receitas do maior fabricante mundial de computadores falharam as previsões dos analistas, o que o presidente-executivo da empresa, Yuanqing Yang, associou ao "ambiente de mercado mais difícil dos últimos anos".

Os resultados líquidos desceram 51%, para 105 milhões de dólares (94 milhões de euros), nos primeiros três meses até 30 de junho - que a empresa designa como o seu primeiro trimestre - face aos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) que lucrou no período homólogo.

Os resultados antes de impostos também afundaram quase 80%, enquanto as receitas cresceram uns ligeiros 3%, para 10,7 milhões de dólares (9,6 milhões de euros), ficando aquém das expetativas dos analistas da Bloomberg que previam uma faturação de 11,5 milhões de dólares (10,3 milhões de euros).

Num comunicado enviado à bolsa de valores de Hong Kong, a Lenovo afirmou que pretende reduzir os custos em 1,35 mil milhões de dólares por ano (1,21 mil milhões de euros) e acabar com 3.200 postos de trabalho fora das fábricas - cerca de 5% da sua força de trabalho em todo o mundo.

"Face aos resultados financeiros que não cumpriram as nossas expectativas, a Lenovo vai tomar ações decisivas, de grande escala - incluindo melhorar o alinhamento dos seus negócios e reduzir significativamente os custos", declarou a empresa.

A Lenovo sofreu os efeitos do decréscimo mundial da procura de PC (computadores pessoais), que representam cerca de um terço das suas receitas, apesar das tentativas para diversificar as suas atividades, incluindo o mercado de 'smartphones'.

As receitas do negócio de PC caíram 13% em termos homólogos, enquanto o setor dos telemóveis (que conta com a Lenovo e a Motorola) cresceu 33%.

A Lenovo comprou a Motorola ao Google por 2,9 mil milhões de dólares (2,6 mil milhões de euros) no passado mês de outubro.

Lusa

  • Chinesa Lenovo destrona HP no mercado dos PC 

    Vida

    O fabricante chinês Lenovo vendeu mais  computadores no terceiro trimestre do ano que o norte-americano Hewlett  Packard, até aqui o número um mundial, num mercado globalmente em recuo,  informou hoje um instituto de pesquisa de mercado, noticia a AFP. 

  • Número de mortos nos incêndios sobe para 43

    País

    Os incêndios florestais que deflagraram no domingo em várias zonas do país provocaram 43 mortos, disse esta quinta-feira à Lusa a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar. Trata-se de um homem que foi encontrado esta quinta-feira.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos da Liga Europa
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC