sicnot

Perfil

Economia

Economia portuguesa cresce 1,5% em termos homólogos no 2º trimestre

A economia portuguesa cresceu 1,5% no segundo trimestre de 2015 face ao período homólogo e registou um crescimento em cadeia de 0,4%, segundo números hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

LUSA

De acordo com a estimativa rápida das contas nacionais trimestrais, hoje divulgadas pelo INE, o Produto Interno Bruto (PIB) registou um aumento homólogo de 1,5% no segundo trimestre deste ano, uma taxa de variação "idêntica à observada no primeiro trimestre".

Este desempenho deveu-se, por um lado, ao "contributo negativo significativo" da procura externa líquida, verificando-se uma aceleração das importações de bens e serviços a um ritmo superior ao das exportações de bens e serviços", segundo o INE.

Em sentido contrário, o INE destaca "o contributo positivo da procura interna" que aumentou no segundo trimestre, "refletindo a aceleração do investimento (...) e, em menor grau, do consumo privado".

Relativamente ao primeiro trimestre deste ano, o PIB aumentou 0,4% entre abril e junho deste ano, uma variação também "idêntica à registada no primeiro trimestre", tendo-se verificado "um contributo positivo da procura interna, enquanto a procura externa líquida contribuiu negativamente".

No primeiro trimestre, a economia portuguesa aumentou 0,4% em cadeia e apresentou um crescimento homólogo de 1,5%, de acordo com os números divulgados pelo INE em maio e que não foram revistos hoje pelo INE.

Estas previsões estão em linha com as projeções dos analistas contactados pela Lusa, que antecipavam um crescimento homólogo de 1,5% e em cadeia de 0,5% no segundo trimestre deste ano.

O Governo espera que o PIB português cresça 1,6% em 2015.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15

    Mundo

    Na Califórnia, nos Estados Unidos, já foi eleito o cão mais feio do mundo de 2017, num concurso que se repete há 29 anos. Com 57 quilos, Martha recebeu a distinção enquanto ressonava no palco.