sicnot

Perfil

Economia

Moody's alerta que França não vai cumprir objetivos orçamentais

A agência Moody's afirmou hoje que tem dúvidas de que o Governo francês consiga cumprir os objetivos orçamentais assumidos, tendo em conta a estagnação económica registada no segundo trimestre, sobretudo devido à queda inesperada do investimento.

© Brendan McDermid / Reuters

Para a agência de notação financeira, a desaceleração da economia de França entre abril e junho dificulta, por um lado, a redução do défice público e, por outro lado, a criação de emprego.

No primeiro semestre deste ano, as receitas fiscais do país caíram 1% face ao mesmo período de 2014, uma queda que se deve em parte às isenções fiscais atribuídas às empresas pelo executivo com o objetivo de melhorar a sua competitividade.

A Moody's recordou, no entanto, que o Governo previu um aumento nominal das receitas fiscais de 1,7% para ao longo deste ano em termos homólogos.

Além disso, a agência de 'rating' sublinhou que a despesa pública francesa caiu apenas 0,3% na primeira metade do ano, sendo que o Governo tinha previsto uma redução da despesa de 1,6% no conjunto do ano.

A Moody's, que prevê que a economia de França cresça 1% este ano e 1,2% em 2016, conclui que, a partir dos elementos disponíveis até agora, o Governo francês não vai cumprir os seus objetivos orçamentais.

A instituição afirmou ainda que a queda de 0,3% do investimento no segundo trimestre é "particularmente surpreendente", tendo em conta que as autoridades francesas estão a realizar uma série de iniciativas concertadas como o objetivo de o impulsionar.

A Comissão Europeia espera que, depois de ter fechado o ano de 2014 com um défice orçamental de 4%, o Governo reduza o défice para os 3,8% este ano e para os 3,5% no próximo, ficando nos dois anos acima do limite de 3% definido pelas regras europeias.

A Moody's atribui a França a nota de Aa1, o segundo nível mais elevado de investimento na escala de 'rating' da agência.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.