sicnot

Perfil

Economia

Grécia alivia medidas de controlo de capitais

O Governo grego alterou as regras do controlo de capitais, em vigor desde 29 de junho, podendo agora os cidadãos transferir até 500 euros por mês para fora do país.

© Christian Hartmann / Reuters


A notícia está a ser avançada pela edição 'online' do jornal helénico Kathimerini que refere que o executivo publicou na segunda-feira à noite sete alterações às restrições impostas sobre a circulação de capitais na Grécia.

De acordo com a legislação, os cidadãos podem agora fazer transferências internacionais de até 500 euros por mês e as famílias com filhos a estudar fora do país podem também enviar até 8.000 euros para cobrir as respetivas despesas de educação (o limite anterior era de 5.000 euros).

Além disso, os gregos já podem abrir contas bancárias, o que também não era possível desde o final de junho, mas apenas para pagar contas ou empréstimos. No entanto, não vai ser possível levantarem dinheiro destas contas.

A 29 de junho foi publicado um decreto que determinou que os bancos da Grécia permaneceriam encerrados até 06 de julho, dia seguinte ao referendo sobre o programa de resgate. No entanto, os bancos só voltaram a abrir a 20 de julho.

Com o encerramento dos bancos e a imposição do controlo de capitais, foi imposto à população como limite máximo diário de levantamento 60 euros por dia, uma medida que não incluiu os turistas ou pessoas com contas no estrangeiro.

Lusa

  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • Família Obama de férias na Indonésia

    Mundo

    Das águas claras de Bali aos encantos dos templos de Java, o antigo Presidente norte-americano Barack Obama levou a esposa e as filhas de férias numa aventura de (re)descobertas por um país onde Obama viveu durante quatro anos da sua infância.

    SIC

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.