sicnot

Perfil

Economia

Bolsa de Xangai encerra em forte queda de 7,63%

A bolsa de Xangai encerrou a sessão de hoje a perder 7,63%, um dia depois de ter "afundado" 8,49%, naquela que foi a maior queda em oito anos registada no volátil mercado de capitais da China.

© Bobby Yip / Reuters

O Índice Composite de Xangai fechou a recuar 244,94 unidades (7,63%), cotando-se nos 2.964,97 pontos, ficando pela primeira vez desde dezembro de 2014 abaixo da marca dos 3.000 pontos.

A praça financeira de Xangai arrancou hoje em baixa de 6,41%, mas chegou a moderar ligeiramente as perdas que, a meio da sessão, tinham recuado para 4,32%. Contudo, a quebra voltaria a acentuar-se no encerramento.

A bolsa de Shenzhen, a segunda da China, também fechou no "vermelho", sofrendo um "tombo" de 7,09%, até aos 1.749,07 pontos.

Lusa

  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.