sicnot

Perfil

Economia

Bolsa de Xangai encerra a subir mais de 5%

Depois de cinco sessões no vermelho, a Bolsa de Xangai encerrou hoje em alta com ganhos de 5,34%. Pela primeira vez esta semana a praça chinesa inverteu o ciclo de pesadas perdas, as mais acentuadas dos últimos 8 anos.

© Yuya Shino / Reuters

O Índice Composite de Xangai valorizou 156,3 pontos (5,34%), cotando-se nos 3.083,59 pontos, ultrapassando a barreira psicológica dos 3.000 pontos que perdeu pela primeira vez na terça-feira, desde dezembro último, quando encerrou abaixo desse patamar.

O principal indicador de Shenzhen, a segunda praça financeira da China, fechou a subir 3,58%, depois de ter enfrentado uma série de perdas após a pausa para almoço, as quais conseguiu inverter, recuperando-se na última meia hora da sessão.

Bolsa de Tóquio encerra em alta

A bolsa de Tóquio também encerrou hoje, com o principal índice, o Nikkei, a ganhar 197,61 pontos, ou 1,08%, cotando-se nos 18.574,44 pontos. Também o segundo indicador, o Topix, fechou a valorizar 21,44 pontos, ou 1,45%, até aos 1.500,41 pontos.

Igualmente a fechar no verde as bolsas de Hong Kong e Coreia do Sul.

Com Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.

  • "Estar na Web Summit foi dizer em empreendedorês: estamos vivos, estamos aqui!"

    Web Summit

    No seguimento da entrevista à blogger Sara Riobom, que conhecemos durante a WebSummit, trazemos a história de outro jovem português (que não trabalha sozinho) que esteve no evento, em Lisboa, a promover a sua startup. Quis o acaso e as peripécias do direto e do destino que acabasse por receber um visitante ilustre e especial no seu stand: nada mais nada menos do que o primeiro-ministro, António Costa. Recentemente estiveram no Shark Tank, onde conseguiram captar a atenção de um dos “tubarões” do programa da SIC. Mas o que queremos saber é…

    Martim Mariano