sicnot

Perfil

Economia

Bancos portugueses pedem mais dinheiro ao BCE pela primeira vez em 4 meses

Os bancos portugueses acederam a 26.490,88 milhões de euros em agosto, um aumento de 745 milhões de euros face ao mês anterior, invertendo assim a tendência de redução verificada nos últimos quatro meses.

O Banco Central Europeu já havia dito que a "bazuca" era para usar até setembro de 2016, mas o FMI diz agora que esse instrumento poderá ter de continuar muito para lá dessa data.

O Banco Central Europeu já havia dito que a "bazuca" era para usar até setembro de 2016, mas o FMI diz agora que esse instrumento poderá ter de continuar muito para lá dessa data.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

De acordo com os dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal, o setor bancário português acedeu a 26.490,88 milhões de euros, valor que compara com os 25.745,88 milhões de euros registados no mês anterior, um aumento de 745 milhões de euros.

Desde o início do ano, os bancos portugueses reduziram em 4.700 milhões de euros a sua exposição ao financiamento da instituição de Frankfurt, liderada por Mario Draghi.

Com a subida verificada em agosto, o financiamento do setor bancário português junto do BCE continua muito longe do valor máximo atingido em junho de 2012, quando os empréstimos chegaram a um valor de 60,5 mil milhões de euros.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.