sicnot

Perfil

Economia

Greve de pilotos Lufthansa cancela voos de e para Portugal

A greve dos pilotos da Lufthansa vai provocar o cancelamento de todos os voos de e para Portugal que se deveriam realizar amanhã, quarta-feira, disse hoje à Lusa fonte oficial da empresa.

© Ilya Naymushin / Reuters

"Todos os voos de e para Portugal que se deviam realizar amanhã [quarta-feira] estão cancelados. Os passageiros estão a ser avisados e a Lufthansa está a fazer todos os esforços para minimizar os efeitos da greve", afirmou hoje a empresa alemã.

Em causa estão oito voos: três Lisboa/Frankfurt/Lisboa, dois Lisboa/Munique/Lisboa e três Porto/Frankfurt/Porto.

A mesma fonte da Lufthansa disse ainda que os passageiros podem alterar as reservas para voos alternativos ou cancelar as reservas "sem custos adicionais".

A greve dos pilotos da Lufthansa, que hoje se iniciou, provocou até agora como estava previsto o cancelamento de 84 voos de longo curso, informou fonte da transportadora.

Entretanto, representantes do sindicato alemão Vereininung Cockpit (VC), citados pela Efe, referiram que a greve pode afetar na quarta-feira também os voos de curto e médio curso e não afastaram a possibilidade de haver semanalmente novas greves no âmbito do atual conflito laboral com a companhia aérea.

A greve de hoje, que afeta os voos de longo curso e o transporte de mercadorias, é a 13.ª em 18 meses, e teve início pelas 06:00 (05:00 em Lisboa) e terminará pelas 22:00 locais (21:00 em Lisboa).

No centro do conflito estão os planos da companhia para mudar as regras de pré-reforma de 5.400 pilotos, bem como a futura estrutura da transportadora, na qual o VC teme uma deslocalização sistemática de postos de trabalho.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57