sicnot

Perfil

Economia

Défice da balança comercial portuguesa voltou a melhorar

O défice da balança comercial portuguesa, que reflete a diferença entre o que o país importa e exporta, voltou a melhorar. Diminuiu 175 milhões de euros, revela o Instituto Nacional de Estatística.

As exportações cresceram 5,6% em julho face ao mesmo mês do ano passado, ao passo que as importações diminuiram 1,1. Um resultado conseguido sobretudo graças às vendas para outros países da União Europeia.

Já em relação às compras feitas ao estrangeiro, a redução fica a dever-se ao comércio extra-comunitário e resulta em boa parte da descida dos preços do petróleo. Esta redução mais que compensou a subida das importações a países da União Europeia que foi provocada, essencialmente, pela entrada de automóveis no país.

O INE reviu ainda os dados da balança comercial de 2014. A diferença é pequena face aos resultados preliminares, com as exportações a registarem uma subida de 1,7% e as importações 3,4.

  • "Até para o ano", a mensagem de Ronaldo para os adeptos do Real Madrid
  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabine e 170 pilotos.

  • O bombeiro herói que recebe 267 euros de pensão
    2:36
  • Funcionários dos EUA na Coreia do Norte para preparar cimeira
    2:19