sicnot

Perfil

Economia

Jerónimo de Sousa acusa últimos Governos pela falta de sardinha

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, responsabilizou hoje em Peniche os últimos governos PSD e PS pela falta de sardinha na costa portuguesa, depois de almoçar uma caldeirada em que faltou a sardinha.

Na sua intervenção, Jerónimo de Sousa afirmou que o "Estado da Nação é de um país mais endividado, com mais desemprego, com mais emigração, com mais pobreza e com mais injustiças", considerando que o executivo "governou contra os portugueses e contra o país, mas também contra as promessas que tinha feito".

Na sua intervenção, Jerónimo de Sousa afirmou que o "Estado da Nação é de um país mais endividado, com mais desemprego, com mais emigração, com mais pobreza e com mais injustiças", considerando que o executivo "governou contra os portugueses e contra o país, mas também contra as promessas que tinha feito".

Lusa

"Aconteceu alguma calamidade ou algum castigo divino para que hoje vejamos as nossas pescas a definhar e a indústria a desaparecer", questionou Jerónimo de Sousa, para logo responder que "não foi nenhuma calamidade nem nenhum castigo divino", mas antes "responsabilidade de governos sucessivos ao longo dos últimos anos".

Para o secretário-geral do PCP, a adesão à União Europeia veio "destruir o aparelho produtivo e as nossas pescas", em vez de ter trazido "paletes de dinheiro" ao país.

O líder comunista acusou o atual Governo e a ministra da Agricultura e do Mar de terem uma "posição de vassalagem" perante as instâncias internacionais na aceitação da quota de sardinha atribuída a Portugal.

Jerónimo de Sousa alertou para as "consequências sociais e económicas brutais" que a proibição da pesca da sardinha "pode ter" para o país.

Em Peniche, "a indústria conserveira precisa de 30 mil toneladas e sem matéria-prima vai ficar em grandes dificuldades", exemplificou.

Jerónimo de Sousa falava durante um almoço com pescadores e simpatizantes comunistas, em Peniche, depois de visitar o Edifício de Investigação da Escola Superior de Turismo e Tecnologias do Mar, pertencente ao Instituto Politécnico de Leiria, e os Estaleiros Navais de Peniche.

Lusa

  • Herança do Governo socialista debatida por Passos Coelho e António Costa
    2:06

    Novo Governo

    Um dos grandes temas do debate entre Passos Coelho e António Costa foi a herança do Governo socialista de José Sócrates. O líder da coligação PSD/CDS diz que o PS tem de assumir as responsabilidades por ter trazido a troika para Portugal. António Costa garante que a anterior governação socialista já foi julgada nas últimas eleições e chegou mesmo a dizer que Passos Coelho tem saudades de debater com o antigo primeiro-ministro.

  • Os custos do Novo Banco
    6:44

    Novo Governo

    O caso GES abalou o país. Mas, mais do que isso, comprometeu a vida de muitas pessoas. São essas pessoas que temos visto, ultimamente, em manifestações. São os "Lesados do BES" e este tópico era inevitável no debate de hoje entre Pedro Passos Coelho e António Costa, com vista as eleições do dia 4 de outubro. Que custos teve/tem o Novo Banco? Passos Coelho disse que "não haverá custos diretos para os contribuintes" e que a "solução para o problema dos lesados do BES só pode ser encontrada pelos reguladores". Costa chamou "passa-culpas" ao atual primeiro-ministro e acrescentou que "pagar a dívida é pegar no dinheiro e pê-lo lá e o senhor (Passos) não pagou a dívida".

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.