sicnot

Perfil

Economia

Jerónimo de Sousa acusa últimos Governos pela falta de sardinha

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, responsabilizou hoje em Peniche os últimos governos PSD e PS pela falta de sardinha na costa portuguesa, depois de almoçar uma caldeirada em que faltou a sardinha.

Na sua intervenção, Jerónimo de Sousa afirmou que o "Estado da Nação é de um país mais endividado, com mais desemprego, com mais emigração, com mais pobreza e com mais injustiças", considerando que o executivo "governou contra os portugueses e contra o país, mas também contra as promessas que tinha feito".

Na sua intervenção, Jerónimo de Sousa afirmou que o "Estado da Nação é de um país mais endividado, com mais desemprego, com mais emigração, com mais pobreza e com mais injustiças", considerando que o executivo "governou contra os portugueses e contra o país, mas também contra as promessas que tinha feito".

Lusa

"Aconteceu alguma calamidade ou algum castigo divino para que hoje vejamos as nossas pescas a definhar e a indústria a desaparecer", questionou Jerónimo de Sousa, para logo responder que "não foi nenhuma calamidade nem nenhum castigo divino", mas antes "responsabilidade de governos sucessivos ao longo dos últimos anos".

Para o secretário-geral do PCP, a adesão à União Europeia veio "destruir o aparelho produtivo e as nossas pescas", em vez de ter trazido "paletes de dinheiro" ao país.

O líder comunista acusou o atual Governo e a ministra da Agricultura e do Mar de terem uma "posição de vassalagem" perante as instâncias internacionais na aceitação da quota de sardinha atribuída a Portugal.

Jerónimo de Sousa alertou para as "consequências sociais e económicas brutais" que a proibição da pesca da sardinha "pode ter" para o país.

Em Peniche, "a indústria conserveira precisa de 30 mil toneladas e sem matéria-prima vai ficar em grandes dificuldades", exemplificou.

Jerónimo de Sousa falava durante um almoço com pescadores e simpatizantes comunistas, em Peniche, depois de visitar o Edifício de Investigação da Escola Superior de Turismo e Tecnologias do Mar, pertencente ao Instituto Politécnico de Leiria, e os Estaleiros Navais de Peniche.

Lusa

  • Herança do Governo socialista debatida por Passos Coelho e António Costa
    2:06

    Novo Governo

    Um dos grandes temas do debate entre Passos Coelho e António Costa foi a herança do Governo socialista de José Sócrates. O líder da coligação PSD/CDS diz que o PS tem de assumir as responsabilidades por ter trazido a troika para Portugal. António Costa garante que a anterior governação socialista já foi julgada nas últimas eleições e chegou mesmo a dizer que Passos Coelho tem saudades de debater com o antigo primeiro-ministro.

  • Os custos do Novo Banco
    6:44

    Novo Governo

    O caso GES abalou o país. Mas, mais do que isso, comprometeu a vida de muitas pessoas. São essas pessoas que temos visto, ultimamente, em manifestações. São os "Lesados do BES" e este tópico era inevitável no debate de hoje entre Pedro Passos Coelho e António Costa, com vista as eleições do dia 4 de outubro. Que custos teve/tem o Novo Banco? Passos Coelho disse que "não haverá custos diretos para os contribuintes" e que a "solução para o problema dos lesados do BES só pode ser encontrada pelos reguladores". Costa chamou "passa-culpas" ao atual primeiro-ministro e acrescentou que "pagar a dívida é pegar no dinheiro e pê-lo lá e o senhor (Passos) não pagou a dívida".

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.