sicnot

Perfil

Economia

Portugal vai receber 4,8 milhões para ajudar setor do leite

Portugal vai receber 4,8 milhões de euros de ajudas para apoiar o setor do leite e produtos lácteos, de um total de 420 milhões distribuídos por todos os Estados-membros, foi hoje divulgado em Bruxelas.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Andrew Yates / Reuters

Estes 420 milhões destinados ao setor do leite são a fração mais importante do pacote alargado de 500 milhões de euros de ajuda aos agricultores europeus, foi hoje formalmente anunciado.

A partição por Estado-membro dos 420 milhões de euros foi calculada em função das quotas de produção de 2014, regime que foi abolido no dia 31 de março, disse o comissário europeu para a Agricultura, Phil Hogan.

Os restantes 80 milhões, salientou, destinam-se a ajudar os produtores de carne de porco, particularmente afetados pela quebra do preço devido ao embargo russo.

Phil Hogan anunciou ainda ter decidido aumentar o nível de ajuda para o leite em pó desnatado "em mais de 100%" e fixar por um ano o período de armazenamento, de modo a tornar o regime ainda mais eficaz na redução da pressão no lado da oferta.

A Comissão Europeia prevê que 70% dos pagamentos diretos aos produtores possam ser adiantados, e já a partir de 16 de outubro, em vez de 01 de dezembro, desde que os Estados-membros tenham concluído os controlos necessários.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • Corpos da tragédia em Pedrógão guardados em camião de alimentos
    8:11

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Duarte Nuno Vieira, médico legista, esteve esta quinta-feira, na Edição da Noite, para comentar o que já foi feito e o que falta fazer em Pedrógão Grande, depois de ter sido atingido pelos incêndios. O presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal defendeu que guardar os corpos das vítimas mortais num camião de alimentos foi uma "maneira de solucionar o problema da forma possível", visto que não há espaço no Instituto Nacional De Medicina Legal.

  • Johnny Depp sugere assassínio de Trump
    0:31