sicnot

Perfil

Economia

Produtores de leite dizem que ajuda atribuída a Portugal é "baixa"

O secretário-geral da Federação Nacional das Cooperativas de Produtores de Leite (Fenalac) afirmou que a ajuda de Bruxelas é "bem-vinda", mas lamentou o reduzido valor da verba atribuída a Portugal face a países como Espanha.

Lusa

"Qualquer ajuda neste momento é bem-vinda e é positiva, não queremos menorizar a ajuda que será concedida aos produtores de leite nacionais porque a situação é muito grave (...), mas o envelope nacional é muito baixo", disse Fernando Cardoso à Agência Lusa.

Portugal vai receber 4,8 milhões de euros de ajudas para apoiar o setor do leite e produtos lácteos, de um total de 420 milhões distribuídos por todos os Estados-membros, foi hoje divulgado em Bruxelas.

Nas contas da Fenalac, se este montante for dividido pelas cerca de 6 mil explorações existentes em Portugal, o valor da ajuda será de cerca de 800 euros por unidade produtiva, sendo que se o cálculo for feito em função do litro de leite produzido, o quantitativo será de 0,25 cêntimos por litro de leite, insuficiente, segundo Fernando Cardoso, para compensar a descida do preço do leite, que caiu de 33 para 28 cêntimos nos últimos doze meses.

"É uma relação muito desequilibrada", comentou.

O dirigente da Fenalac questionou ainda a discrepância do pacote de ajudas atribuídas a Portugal face a Espanha.

"Nós temos uma ajuda de 4,8 milhões de euros, enquanto o nosso concorrente mais próximo, que é a Espanha recebeu uma ajuda cinco vezes superior, embora só produza três vezes mais", frisou, apelando a que diferença seja compensada para não deixar Portugal em desvantagem face aos seus concorrentes.

Fernando Cardoso lançou ainda um alerta, face a "algumas pressões políticas para que haja algum tipo de discriminação regional", sublinhando que os montantes são demasiado reduzidos para que sejam introduzidos "critérios regionais ou políticos" que desvirtuem a distribuição das ajudas.

"A crise atingiu os produtores de todo o país de forma transversal", salientou.

Quanto às ajudas para a armazenagem privada de produtos lácteos, um mecanismo que está também incluído no pacote hoje anunciado pelo comissário europeu da Agricultura, Phil Hogan, Fernando Cardoso adiantou que a medida nunca foi solicitada pelos operadores nacionais, mas admitiu que pode "ser importante para aliviar alguma quantidade de produtos acabados no mercado europeu", tendo efeitos positivos, ainda que indiretos, para Portugal.

Lusa

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Hospital abandonado com equipamentos dentro em Vila Franca de Xira 
    4:41

    País

    O antigo Hospital de Vila Franca de Xira, encerrado há quase cinco anos, está ao abandono ainda com parte do material de saúde, como máquinas, camas, cadeiras ou macas. A SIC teve acesso a várias imagens que mostram o estado em que os equipamentos se encontram, bem como sinais de vandalismo e de assaltos.

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC