sicnot

Perfil

Economia

FMI disponível para trabalhar com qualquer que seja o novo governo grego

O Fundo Monetário Internacional (FMI) mostrou-se hoje disponível para trabalhar com o novo governo grego, seja qual for o resultado das eleições legislativas de domingo, mas recusou esclarecer se vai participar no terceiro plano de resgate ao país.

O Banco da Grécia não pediu um aumento desta linha de liquidez, segundo fonte próxima dos bancos centrais da Zona Euro. (Arquivo)

O Banco da Grécia não pediu um aumento desta linha de liquidez, segundo fonte próxima dos bancos centrais da Zona Euro. (Arquivo)

© Yiannis Kourtoglou / Reuters

"Trabalhámos com o governo interino e iremos trabalhar com o governo, qualquer que seja o resultado [do escrutínio] deste fim de semana", declarou o porta-voz do FMI Gerry Rice, numa conferência de imprensa.

A três dias das eleições, o partido da Nova Democracia está praticamente empatado com o Syriza, o partido anti-austeridade que atribuiu ao FMI uma responsabilidade "criminal" pela crise económica da Grécia.

"Devemos respeitar o que se vai passar este fim de semana e as prerrogativas do governo grego e a sua vontade", acrescentou o porta-voz do FMI que participou em dois planos de ajuda financeira à Grécia de 2010.

Gerry Rice escusou-se contudo a esclarecer quando é que o FMI vai decidir se participa, ou não, no terceiro resgate, no valor de 86 milhões de euros, que a União Europeia aprovou no dia 14 de agosto.

A instituição, que deveria anunciar a sua intenção em outubro, exige reformas políticas a Atenas e aguarda, ao mesmo tempo, medidas para aliviar a dívida grega, que os líderes europeus estão relutantes em aceitar.

"A nossa posição não se alterou", disse Rice na quarta-feira, recusando indicar qualquer data para a decisão do Fundo.

Lusa

  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02