sicnot

Perfil

Economia

Farmacêutica recua no aumento de 5.000% de medicamento para doentes com VIH/Sida

De um momento para outro, o medicamento Daraprim, passou de 12 euros para, espante-se, 671 euros. O CEO da Turing Pharmaceuticals, que se desdobrou em entrevistas depois da divulgação do aumento, já veio dizer que está disposto a recuar na decisão. Só não disse quanto irá custar o medicamento crucial para doentes com VIH/Sida e grávidas.

Martin Shkreli, CEO da Turing Pharmaceuticals.

Martin Shkreli, CEO da Turing Pharmaceuticals.

Martin Shkreli, o CEO da Turing Pharmaceuticals, é o responsável por este aumento "ultrajante" nas palavras de Hilary Clinton.

Nos últimos dias tem-se desdobrado em entrevistas para explicar o aumento de quase 5.000% do medicamento usado para tratar a toxoplasmose.

Decidiu, agora, recuar mas sem adiantar pormenores. Garantiu apenas que o Damatrin vai ficar "mais acessível".

A polémica estalou no início da semana após uma notícia publicada pelo New York Times que revelava que o Daratrim, ía saltar dos 12 euros para os 671 euros.

O Daraprim custa menos de um euro a ser produzido e está à venda há mais de 60 anos. É usado para tratar a toxoplasmose, uma doença que afeta doentes com VIH-SIDA, doentes oncológicos e grávidas.

Em agosto, os direitos do Daraprim foram comprados pela Turing Pharmaceuticals, de Martin Shkreli. O negócio custou-lhe 55 milhões de euros.

Martin Shkreli garante que o preço não reflete "as despesas que a Turing Pharmaceuticals tem com marketing ou distribuição" e os lucros do aumento "serão utilizados na investigação de novos tratamentos" para o VIH/Sida.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.