sicnot

Perfil

Economia

INE revê em alta nível do PIB em 2013

O Instituto Nacional de Estatística (INE) reviu hoje em alta o nível do Produto Interno Bruto (PIB) de 2013 em 0,5%, colocando a dimensão da recessão nesse ano em 1,1%, menos profunda do que o contabilizado anteriormente.

(Reuters/ Arquivo)

De acordo com os resultados finais das contas anuais de 2013, hoje divulgados, o INE indica que, em 2013, o PIB português ascendeu a cerca de 170,3 mil milhões de euros, o que se traduz nua diminuição real de 1,1% relativamente a 2012.

Em 2013, o PIB foi de 170.269 milhões de euros e não de 169.394,9 milhões como anteriormente calculado pelo INE, sendo que este nível mais elevado do produto altera também a variação do PIB face ao período homólogo, que foi de -1,1% (e não de -1,6%), permanecendo o deflator do PIB, que indica a variação dos preços na economia, "praticamente inalterado".

O INE indica que esta revisão tem origem, essencialmente, na componente investimento e esclarece que "a diferença de resultados radica na disponibilidade de um maior volume de informação, nomeadamente de natureza estrutural e origem administrativa, e um maior detalhe na sua apropriação pelas Contas Nacionais Anuais".

Para esta queda de 1,1% do PIB em 2013 contribuiu negativamente a procura interna (-2 pontos percentuais) e positivamente a procura externa líquida (+0,8 pontos percentuais), "em resultado de um crescimento das importações (4,7%) inferior ao das exportações (6,9%)".

Segundo o INE, a redução da procura interna foi determinada pela diminuição do investimento (que caiu 5,1% em 2013 depois de ter caído 18,1% em 2012) e pela contração da despesa de consumo final das famílias residentes.

A formação bruta de capital fixo (FBCF) caiu 5,1% em 2013, mas "o comportamento das suas componentes não foi uniforme": na construção e transporte aumentou 28,3% e nas máquinas e equipamentos cresceu 3,8%, aumentos que foram "insuficientes, em todo o caso, para compensar a redução significativa observada na FBCF em construção (-12,2%)".

As revisões introduzidas para 2013 tiveram também impactos nos números de 2014, "conduzindo à revisão nominal em alta do nível do PIB em 0,2%" nesse ano.

Relativamente ao período já disponível para 2015, "verificou-se uma revisão também em alta de 0,1 pontos percentuais das variações homóloga e em cadeia do PIB em volume nos dois trimestres".

Lusa

  • Vários mortos em avalancha em Itália

    Mundo

    Várias pessoas morreram numa avalanche que atingiu um hotel numa estação de esqui na montanha de Gran Sasso, Itália, divulgaram os média locais citando as equipas de socorro. As autoridades italianas admitem a existência de cerca de 30 mortos.

    Em desenvolvimento

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16
  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..