sicnot

Perfil

Economia

Taxas de juro nos EUA devem começar a subir "mais para o final do ano"

A presidente da Reserva Federal dos EUA (Fed), Janet Yellen, disse hoje que o banco central norte-americano deverá, "provavelmente", começar a subir as suas taxas de juro de referência "mais para o final do ano".

Jessica Hill

A dirigente da Fed adiantou que os desenvolvimentos económicos no estrangeiro não deveriam interferir com a decisão.

Durante um discurso na Universidade do Massachusetts, Yellen indicou que a Fed está a acompanhar "os desenvolvimentos no estrangeiro", mas não prevê, "de momento, que o seu impacto na economia dos EUA seja suficientemente importante para ter um efeito significativo na trajetória" da política monetária.

"A maior parte dos membros do Comité [de Política Monetária (FOMC, na sigla em Inglês)], entre os quais eu própria, prevê que as condições (...) vão provavelmente permitir uma primeira subida das taxas sobre os fundos federais mais para o final do ano, seguida depois por um ritmo gradual de aumento", especificou.

No seu discurso, com mais de 20 páginas, Yellen insistiu no facto de, depois de uma primeira subida das taxas, que se mantêm próximas de zero desde 2008, o ritmo de subida deverá ser gradual.

"A data precisa da primeira subida (...) deve ter consequências menores sobre as condições financeiras e a economia em geral", estimou.

Yellen afirmou também que as perspetivas da economia dos EUA parecem "geralmente sólidas" e que os membros da Fed confiam em que a taxa de inflação anual, que se encontra próxima de zero, atinja o objetivo de 2% da Fed "dentro de dois a três anos".

Lusa

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07

    Mundo

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas chegou este sábado a acordo sobre o cessar-fogo na Síria, depois de três dias de intensas negociações para evitar o veto da Rússia. As tréguas vão durar 30 dias e permitir a entrada de ajuda humanitária em Ghouta Oriental, a região mais atingida pela guerra na Síria, nesta altura. Em apenas sete dias, os bombardeamentos do regime fizeram mais de 500 mortos.

  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão
    3:07
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35