sicnot

Perfil

Economia

IGCP reavalia intenção de fazer novo reembolso antecipado ao FMI este ano

A agência portuguesa responsável pela emissão de dívida pública vai reavaliar a intenção de pagar antecipadamente ao FMI este ano e vai alterar o seu plano de financiamento, prevendo agora obter mais 1.300 milhões de euros.

© Dado Ruvic / Reuters

Numa apresentação a investidores, a Agência de Gestão do Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) refere que o adiamento da venda do Novo Banco não "altera significativamente" a estratégia de financiamento para o resto deste ano, mas admite que aumenta as necessidades de financiamento líquidas do Estado português e que vai "revisitar" a ideia de pagar mais cedo o empréstimo ao FMI.

O governo tinha dado a entender que queria avançar com um terceiro reembolso antecipado ao FMI no final do ano, o que poderá agora ser adiado.

Ainda na mesma nota, o IGCP dá conta de que quer apostar mais em instrumentos de retalho, esperando assim que as emissões líquidas de retalho cheguem as 3,8 mil milhões de euros, mais 800 milhões do que o inicialmente previsto.

Já nas Obrigações do Tesouro, estima que o montante total de emissões a médio e longo prazo atinja 20 mil milhões de euros, 500 milhões de euros acima do previamente anunciado. Já no início de setembro, Portugal emitiu três mil milhões de euros em títulos de dívida pública a sete anos.

No total, a agência que emite dívida pública quer obter mais 1,3 mil milhões de euros em financiamento este ano.

O IGCP termina a nota aos investidores a informar que espera que no final do ano tenho uma almofada financeira acima de 8 mil milhões de euros

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.