sicnot

Perfil

Economia

IGCP reavalia intenção de fazer novo reembolso antecipado ao FMI este ano

A agência portuguesa responsável pela emissão de dívida pública vai reavaliar a intenção de pagar antecipadamente ao FMI este ano e vai alterar o seu plano de financiamento, prevendo agora obter mais 1.300 milhões de euros.

© Dado Ruvic / Reuters

Numa apresentação a investidores, a Agência de Gestão do Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) refere que o adiamento da venda do Novo Banco não "altera significativamente" a estratégia de financiamento para o resto deste ano, mas admite que aumenta as necessidades de financiamento líquidas do Estado português e que vai "revisitar" a ideia de pagar mais cedo o empréstimo ao FMI.

O governo tinha dado a entender que queria avançar com um terceiro reembolso antecipado ao FMI no final do ano, o que poderá agora ser adiado.

Ainda na mesma nota, o IGCP dá conta de que quer apostar mais em instrumentos de retalho, esperando assim que as emissões líquidas de retalho cheguem as 3,8 mil milhões de euros, mais 800 milhões do que o inicialmente previsto.

Já nas Obrigações do Tesouro, estima que o montante total de emissões a médio e longo prazo atinja 20 mil milhões de euros, 500 milhões de euros acima do previamente anunciado. Já no início de setembro, Portugal emitiu três mil milhões de euros em títulos de dívida pública a sete anos.

No total, a agência que emite dívida pública quer obter mais 1,3 mil milhões de euros em financiamento este ano.

O IGCP termina a nota aos investidores a informar que espera que no final do ano tenho uma almofada financeira acima de 8 mil milhões de euros

Lusa

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.