sicnot

Perfil

Economia

Autoridade Tributária prolonga prazo para o pagamento voluntário de dívidas de portagens

A Autoridade Tributária decidiu prolongar o prazo para o pagamento voluntário de dívidas de portagens até 15 de outubro. Recorde-se que o prazo legal terminava hoje.

(Lusa)

(Lusa)

Arménio Belo

Em comunicado, a Autoridade Tributária diz que houve uma grande adesão dos devedores nos últimos dias, o que levou a um alargamento do regime. Assim, quem tem portagens em atraso pode regularizá-las sem juros de mora, coimas e custas do processo até meio do próximo mês.

  • Reforma penhorada por dívida às ex-SCUT
    1:41

    País

    Um homem de Braga ficou com a reforma penhorada por uma dívida das portagens das ex-SCUT. José Silva vendeu o carro em 2006 e cinco anos depois é notificado de uma dívida de um carro que já não era seu. Apesar de todas as reclamações que enviou para a Ascendi e para as Finanças, ficou sem 158 euros da pensão.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.