sicnot

Perfil

Economia

França tem quase um milhão de carros VW afetados pelas emissões fraudulentas

O grupo Volkswagen anunciou hoje que em França há 948.064 veículos equipados com os motores afetados pela manipulação de dados de emissões levada a cabo pela empresa em todo o mundo.

© XXSTRINGERXX xxxxx / Reuters

Uma porta-voz do grupo Volkswagen disse à agência EFE que os carros afetados incluem as marcas Volkswagen (574.259 unidades), Seat (93.388), Audi (189.322), Skoda (66.572) e Volkswagen Veículos Comerciais (24.523).

Os clientes dos veículos serão contactados "rapidamente nos próximos dias", acrescentou a porta-voz, no qual a empresa vai colocar à disposição um número de telefone específico para gerir o caso junto dos clientes em França.

A ministra francesa do Ambiente, Ségolène Royal, que na semana passada disse que iria fazer testes aleatórios para verificar se os carros a circular em França não têm dispositivos de manipulação, sublinhou hoje que esses controles vão ser efetuados em empresas de aluguer de automóveis e em particulares que se voluntariem.

Esta decisão surge após a Volkswagen ter admitido que 11 milhões de veículos em todo o mundo tinham sido equipados com o motor de tipo EA189, na qual as autoridades dos Estados Unidos detetaram um 'software' que manipulava os testes de níveis de emissões de gases poluentes.

O escândalo manchou o nome da Volkswagen, deixando-a exposta a milhares de milhões de dólares em multas nos Estados Unidos, com investigações desde a Noruega até à Índia, o que levou a empresa a uma desvalorização de um terço do seu valor em bolsa numa semana.

Na última sexta-feira, após uma maratona de reuniões de crise, o Conselho de Supervisão da líder de mercado mundial de automóveis designou o presidente da Porsche, Matthias Mueller, para substituir Martin Winterkorn como presidente executivo do grupo alemão

  • Centro comercial em Manchester evacuado

    Mundo

    Um centro comercial foi evacuado esta manhã, no centro de Manchester. Testemunhas dizem ter ouvido um "grande estrondo". O incidente acontece horas depois do ataque na Manchester Arena, no final da atuação da cantora Ariana Grande, no qual morreram pelo menos 22 pessoas. O espaço comercial em Manchester foi entretanto reaberto. A polícia começou a retirar o cordão de segurança, pouco tempo depois de ser dado o alerta. Uma pessoa foi detida.

  • Dois em cada três idosos em Portugal são sedentários

    País

    É a camada da população mais inativa e com comportamentos que revelam um estilo de vida menos saudável, segundo um estudo divulgado hoje, que analisou os dados de mais de 10.600 portugueses representativos da população, entre os quais mais de 2.300 pessoas com mais de 65 anos.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.