sicnot

Perfil

Economia

Taxistas madrilenos querem agir coletivamente contra a Volkswagen

A Associação de AutoTáxis de Madrid vai lançar uma plataforma com o objetivo de reunir todos os motoristas que compraram veículos do grupo Volkswagen com motor manipulado para falsear os dados das emissões de gases e agir judicialmente.

© Marcelo del Pozo / Reuters

A associação explicou hoje, em comunicado citado pela agência noticiosa Efe, que vai ajudar todos os taxistas proprietários de carros Volkswagen, Skoda, Audi e Seat cujos veículos estão equipados com 'kits' fraudulentos em motores a diesel que manipulavam os valores das emissões poluentes e que queiram agir judicialmente.

"A associação vai promover os protestos legais de caráter coletivo e que têm por objetivo reclamar danos e prejuízos pela aquisição enganosa de veículos para uso profissional", explicou.

O objetivo, segundo a associação, é fazer as reclamações de forma coletiva, "para unir as forças da maior quantidade de afetados e obter os melhores resultados, minimizando assim os custos".

A Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou a 18 de setembro a Volkswagen de falsear o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um 'software' incorporado no veículo, incorrendo numa multa que pode ir até aos 18 mil milhões de dólares (cerca de 15,9 mil milhões de euros).

Dois dias depois, a Volkswagen reconheceu ter falseado os dados.

Na semana seguinte, o presidente executivo da Volkswagen, Martin Winterkorn, pediu a demissão e, na sexta-feira passada a empresa anunciou a nomeação de Matthias Mueller, atual presidente da Porsche, como novo presidente executivo do grupo.

Entretanto, a Audi, a Skoda e Seat já admitiram ter veículos em todo o mundo equipados com o 'software'.

Entretanto, as autoridades suíças e espanholas anunciaram que proibiram temporariamente a venda de novos carros do grupo Volkswagen a gasóleo.

O ministro de Indústria, Energia e Turismo espanhol, José Manuel Soria, disse que o governo vai exigir à Seat, marca do grupo Volkswagen, que devolva as ajudas estatais recebidas relativamente aos carros produzidos em Espanha envolvidos no escândalo das emissões.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17