sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas espera que Portugal entregue OE 2016 até 15 de outubro

Bruxelas espera que Portugal entregue OE 2016 até 15 de outubro

A Comissão Europeia espera que Portugal entregue o esboço do Orçamento do Estado (OE) para 2016, até dia 15 de Outubro, mesmo que depois haja alterações. A data foi confirmada depois da reunião do Eurogrupo, sendo que fontes do governo já admitiram à SIC que os prazos vão ser cumpridos.

  • PSD e CDS vão apresentar compromisso para governarem juntos
    2:42

    Novo Governo

    A coligação está a contar que o Presidente da República venha a convidar Passos Coelho para formar Governo. O PSD e o CDS admitem que os tempos agora vão ser outros e estão abertos a negociar com o PS matérias essenciais, como a reforma da Segurança Social e até algumas medidas do próximo Orçamento de Estado.

  • Bruxelas admite prolongar prazo limite para entrega do Orçamento do Estado português

    Economia

    Bruxelas admite prolongar o prazo limite para a entrega do orçamento português devido às eleições legislativas. Segundo as regras europeias, todos os países da zona euro devem entregar os respetivos programas orçamentais até 15 de outrubro, no entanto, e tendo em conta o calendário eleitoral, a Comissão deverá aceitar que o futuro governo entregue a proposta apenas em 2016. Apesar da disponibilidade para rever o prazo, a Comissão Europeia quer ter uma palavra a dizer antes da aprovação final do documento na Assembleia da República.

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.