sicnot

Perfil

Economia

Portugal continua entre os países com maior taxa de desemprego jovem

Portugal é um dos seis países do sul do Mediterrâneo cuja taxa de desemprego jovem ultrapassa os 30%, apesar do decréscimo que tem vindo a registar-se na Europa entre 2012 e 2014, refere a Organização Mundial de Trabalho (OIT).

LUSA

De acordo com o relatório "Tendências Globais de Emprego para a Juventude 2015" hoje divulgado pela OIT, no período em análise Portugal registou uma taxa de desemprego jovem de 34,8%, face aos 16,6% da média da União Europeia.

Os restantes países assinalados no relatório são a Croácia, com um desemprego jovem de 45,5%, o Chipre, com 35,9%, a Grécia, com 52,4%, a Itália, com 42,7%, e Espanha, com 53,2%.

Tal como Portugal, a OIT salienta que alguns destes países continuam sujeitos a programas de austeridade para ultrapassar a crise financeira, que têm tido consequências no mercado de trabalho, em particular, entre os jovens.

O relatório destaca que uma das consequências da crise se traduziu no aumento do trabalho temporário e em 'part-time' para os jovens, que não conseguem outro tipo de emprego, correndo "o risco de caírem na pobreza ou na exclusão social".

O documento assinala igualmente que em 2014 se verificou um decréscimo de 20% do número de contratos temporários para os jovens com idades compreendidas entre os 25 e os 29 anos em todos os países, exceto em França, Itália, Portugal e Espanha.

A nível mundial, a taxa de desemprego jovem estabilizou nos 13%, depois de ter subido entre 2007 e 2010, mas continua muito acima dos 11,7% anteriores à crise, devendo chegar este ano aos 13,1%, segundo as previsões da OIT.

Em comparação com 2012, a taxa de desemprego jovem diminuiu em 1,4 pontos percentuais nas economias mais desenvolvidas e na União Europeia, e 0,5 pontos percentuais nos países fora da União Europeia e da antiga União Soviética. Nas restantes regiões do mundo a taxa de desemprego jovem manteve-se ou subiu entre 2012 e 2014.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.