sicnot

Perfil

Economia

Dimensão do escândalo de corrupção Petrobras pode atingir os cinco mil milhões de euros

A dimensão do escândalo de corrupção centrado na petrolífera estatal brasileira Petrobras pode superar os 20 mil milhões de reais (4,7 mil milhões de euros), estimou na sexta-feira um procurador que integra a equipa de investigação.

© Sergio Moraes / Reuters

Deltan Dallagnol adiantou que as perdas da própria Petrobras ascendem a 6,2 mil milhões de reais, mas que estas eram "só o topo do icebergue".

Os procuradores suspeitam que entre 2004 e 2014 vários políticos, executivos e funcionários corruptos enriqueceram a trocar subornos para fazerem contratos falsos ou arranjados pagos pela petrolífera. Esquemas parecidos ou similares foram replicados em outras entidades e empresas públicas, como a empresa da energia nuclear.

"Pelas projeções, o custo deve exceder os 20 mil milhões de reais", afirmou Dallagnol a jornalistas brasileiros, no Rio de Janeiro.

O escândalo envolve algumas das principais figuras políticas e empresariais brasileiras.

A Presidente Dilma Rousseff dirigiu a Petrobras durante a maior parte do período do escândalo, mas não tem sido associada diretamente a qualquer crime.

Lusa

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.