sicnot

Perfil

Economia

Dimensão do escândalo de corrupção Petrobras pode atingir os cinco mil milhões de euros

A dimensão do escândalo de corrupção centrado na petrolífera estatal brasileira Petrobras pode superar os 20 mil milhões de reais (4,7 mil milhões de euros), estimou na sexta-feira um procurador que integra a equipa de investigação.

© Sergio Moraes / Reuters

Deltan Dallagnol adiantou que as perdas da própria Petrobras ascendem a 6,2 mil milhões de reais, mas que estas eram "só o topo do icebergue".

Os procuradores suspeitam que entre 2004 e 2014 vários políticos, executivos e funcionários corruptos enriqueceram a trocar subornos para fazerem contratos falsos ou arranjados pagos pela petrolífera. Esquemas parecidos ou similares foram replicados em outras entidades e empresas públicas, como a empresa da energia nuclear.

"Pelas projeções, o custo deve exceder os 20 mil milhões de reais", afirmou Dallagnol a jornalistas brasileiros, no Rio de Janeiro.

O escândalo envolve algumas das principais figuras políticas e empresariais brasileiras.

A Presidente Dilma Rousseff dirigiu a Petrobras durante a maior parte do período do escândalo, mas não tem sido associada diretamente a qualquer crime.

Lusa

  • PS volta a subir nas intenções de voto e não baixa dos 40%
    2:01