sicnot

Perfil

Economia

Petrolífera russa Gazprom retoma fornecimento de gás à Ucrânia

A petrolífera russa Gazprom anunciou hoje que retomou o fornecimento de gás à Ucrânia, que estava suspenso desde julho passado.

Reuters

Em comunicado, a Gazprom anunciou que o fornecimento foi reiniciado hoje de manhã depois de a Rússia ter recebido um pré-pagamento da Ucrânia de 234 milhões de dólares, cerca de 205 milhões de euros.

O retomar do fornecimento de gás acontece duas semanas depois de um acordo feito entre a Rússia e a Ucrânia, mediado pela União Europeia.

O conflito em torno do fornecimento de gás russo à Ucrânia reacendeu-se depois da crise política que levou ao afastamento do Presidente ucraniano pró-russo Viktor Ianukovich, em fevereiro de 2014, e ao levantamento de um movimento separatista pró-russo no leste do país.

No final de julho, a Ucrânia anunciou a suspensão de todas as aquisições de gás à Rússia por considerar o preço inconsistente com o que a petrolífera Gazprom cobra a outros países europeus.

A Ucrânia transporta cerca de 15% do gás consumido por vários países da UE.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Parlamento debate uso de animais no circo: as posições do PCP, Bloco e PAN
    2:03
  • ONU analisa proposta do Egito que visa anular decisão de Trump sobre Jerusalém
    1:27

    Mundo

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas está a analisar um projeto de resolução que pretende rejeitar a decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital oficial de Israel. O projeto de resolução, proposto pelo Egito, deverá ser votado amanhã mas vai, seguramente, contar com o voto contra dos Estados Unidos.