sicnot

Perfil

Economia

Crédito malparado das famílias e empresas juntos bate novo recorde

O crédito malparado das famílias e das empresas subiu em agosto, ultrapassando a barreira dos 19.000 milhões de euros, um novo recorde, e representando mais de 9% do total dos empréstimos concedidos, segundo o Banco de Portugal (BdP).

© Sukree Sukplang / Reuters

De acordo com números divulgados hoje pelo banco central, em agosto o total de empréstimos concedidos pela banca tanto às famílias como às empresas ascendia a 205.485 milhões de euros, dos quais 19.098 milhões de euros são considerados crédito de cobrança duvidosa, o equivalente a 9,29% do total dos empréstimos.

Em julho, o crédito malparado das famílias e das empresas representava 18.829 milhões de euros, o que corresponde a 9,15% do total de 205.722 milhões de euros em empréstimos concedidos pela banca a particulares.

Considerando apenas os créditos atribuídos às famílias, estes totalizaram 121.145 milhões de euros em agosto, dos quais 5.362 milhões de euros (4,42%) correspondem a crédito malparado.

O BdP registou em agosto uma ligeira diminuição do crédito de cobrança duvidosa nas famílias, uma vez que o montante total em julho totalizava 5.386 milhões de euros, o que representava 4,434% do total concedido.

Dos empréstimos a particulares, 99.517 milhões de euros correspondiam a créditos à habitação, dos quais 2,56%, ou seja, 2.554 milhões eram de cobrança duvidosa, representando um ligeiro aumento face a julho. Nesse mês, os créditos malparados à habitação representavam 2.543 milhões de euros e 2,54% do total concedido pela banca a particulares.

O montante emprestado pela banca para consumo das famílias atingiu 11.946 milhões de euros no final de agosto, dos quais 10,63%, ou seja, 1.271 milhões de euros correspondiam a crédito malparado, o que revela uma ligeira diminuição face ao mês anterior. Em julho, o malparado no crédito ao consumo representava 10,85% do total concedido, ou seja, 1.292 milhões de euros.

Já no caso das empresas, no final de agosto, os empréstimos concedidos atingiram os 84.340 milhões de euros, um montante inferior ao registado em julho, quando estes créditos somaram os 84.577 milhões de euros.

O crédito de cobrança duvidosa das empresas passou dos 13.467 milhões de euros em julho para os 13.736 milhões em agosto, o que demonstra um aumento de 2%.

A percentagem de crédito malparado nas empresas passou de 15,9% em julho para 16,3% em junho.

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.