sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal a subir a 2 anos e a cair a 5 e 10 anos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a subir a dois e a cair a cinco e dez anos em relação aos valores de segunda-feira.

Francisco Seco

Cerca das 08:35 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a recuar para 2,405%, contra 2,436% na segunda-feira, e depois de terem subido até aos 3,253% a 15 de junho, um máximo desde meados de outubro de 2014.

O mínimo de sempre é de 1,560% e foi registado a 13 de março passado.

Os juros a cinco anos também estavam a cair, para 1,112%, contra 1,124% no fecho de segunda-feira, depois de terem atingido o máximo de 1,927% a 16 de junho e o mínimo de 0,749% a 10 de abril.

Em sentido contrário, no prazo de dois anos, os juros estavam a subir para 0,238%, acima dos 0,234% de segunda-feira, depois de a 08 de julho terem batido o máximo, de 0,807%, desde outubro.

O mínimo de sempre dos juros a dois anos, de 0,013%, foi alcançado a 13 de abril passado.

Os juros da dívida de Espanha, Grécia, Irlanda e Itália estavam a cair em todos os prazos.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha cerca das 08h35:

2 anos... 5 anos... 10 anos

Portugal

13/10....0,238.....1,112....2,405

12/10....0,234.....1,124....2,436

Grécia

13/10......9,290....n disp....7,782

12/10......9,306....n disp....7,784

Irlanda

13/10......-0,173....0,298.....1,153

12/10......-0,168....0,303.....1,155

Itália

13/10......0,075.....0,674....1,658

12/10......0,078.....0,679....1,679

Espanha

13/10......0,067......0,794....1,793

12/10......0,074......0,807....1,810

Fonte: Bloomberg Valores de 'bid' (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão

  • Novas regras para os pagamentos em dinheiro vivo

    Economia

    Os pagamentos em dinheiro acima de 3.000 euros são proibidos a partir de quarta-feira, mas aos não residentes são permitidos pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, segundo um diploma hoje publicado.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.