sicnot

Perfil

Economia

Twitter elimina 336 empregos, 8% dos trabalhadores a nível mundial

A rede social Twitter anunciou hoje que vai eliminar 336 empregos, 8% da sua força laboral em todo o mundo, no âmbito de um plano de reestruturação iniciado com a confirmação de Jack Dorsey na liderança da empresa.

© Robert Galbraith / Reuters

"Não é fácil, mas é o correto. O mundo precisa de um Twitter forte e este é mais um passo para alcançá-lo", afirmou Dorssey num comunicado a anunciar a eliminação de postos de trabalho.

A empresa, criada há nove anos, tem atualmente 4.100 empregados em todo o mundo.

Com 300 milhões de utilizadores, o Twitter registou receitas de 938 milhões de dólares (cerca de 825 milhões de euros, à taxa de câmbio atual) no primeiro semestre deste ano, mas perdeu 299 milhões de dólares (263 milhões de euros) em igual período.

Desde a sua criação, tem perdas acumuladas de 1.900 milhões de dólares (1.670 milhões de euros), de acordo com a Efe.

Na semana passada, a rede social, conhecida pelas suas mensagens curtas, confirmou a nomeação de Jack Dorsey como presidente permanente, um posto que este tinha ocupado de forma interina durante três meses.

Durante este período, Dorsey eliminou o limite de 140 caracteres para as mensagens diretas, anunciou a incorporação de um botão para compras e uma iniciativa para fazer contribuições para as campanhas eleitorais nos Estados Unidos através da rede social.

A nova etapa do Twitter inclui a estreia do seu projeto editorial 'Moments', o lançamento de uma ferramenta de vídeo para anunciantes e a promessa de "grandes mudanças" em 2016, como avançou Dorsey na semana passada.

Lusa

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Mortágua acusa PSD de andar a brincar com a vida das pessoas
    0:47

    Opinião

    No Esquerda/Direita da SIC Notícias, António Leitão Amaro reafirmou ontem à noite que o PSD não é contra o aumento do salário mínimo mas contra a descida da TSU. Já Mariana Mortágua acusou os sociais-democratas de andar a brincar com a vida dos portugueses.

  • Pelo menos 30 mortos e 75 feridos em incêndio e derrocada de edifício em Teerão

    Mundo

    Pelo menos 30 bombeiros morreram esta quinta-feira e cerca de 75 pessoas ficaram feridas em Teerão, quando um edifício de 17 andares ruiu depois de ser consumido pelas chamas, noticiaram os meios de comunicação estatais iranianos. O edifício "Plasco" situa-se no centro da capital iraniana, a norte da zona do mercado.

    Em desenvolvimento

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.

  • Feriado no Carnaval e fim das pontes chumbados
    2:15

    País

    Nem o Carnaval vai passar a ser feriado, nem as pontes vão acabar. O PS rejeitou esta quarta-feira no Parlamento uma proposta do PSD para que os feriados a meio da semana sejam gozados na segunda-feira seguinte. Ao mesmo tempo, os socialistas recusaram duas propostas apoiadas pelos partidos de esquerda, para que o Carnaval passasse a ser sempre feriado.

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16