sicnot

Perfil

Economia

Taxa de juro e prestação média do crédito à habitação voltam a cair em setembro, indica INE

A taxa de juro implícita e a prestação média vencida dos contratos de crédito à habitação continuaram a diminuir em setembro, fixando-se em 1,228% e 239 euros, respetivamente, informa hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

SIC/Arquivo

SIC/Arquivo

Em agosto, a taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação tinha-se fixado em 1,242%, enquanto a prestação média vencida para a globalidade dos contratos tinha sido de 240 euros.

A taxa de juro implícita no crédito à habitação mantém uma tendência decrescente desde há 16 meses.

Segundo o INE, nos contratos celebrados nos últimos três meses a taxa de juro implícita situou-se em 2,317% em setembro (2,331% em agosto) e o valor médio da prestação foi de 315 euros (309 euros em agosto).

No mais relevante destino de financiamento - aquisição de habitação - a taxa de juro implícita no conjunto de contratos registou um decréscimo de 0,012 pontos percentuais (p.p.) face a agosto, situando-se em 1,238%, sendo que nos contratos celebrados nos últimos três meses atingiu 2,271% (2,282% no mês anterior).

Em setembro, o decréscimo de um euro do valor médio da prestação vencida para o conjunto dos contratos de crédito à habitação, para 239 euros, ficou a dever-se à componente juros.

De acordo com o instituto, o montante de capital médio em dívida para a totalidade dos contratos de crédito à habitação foi 52.363 euros em setembro, menos 81 euros do que em agosto, enquanto nos contratos celebrados nos últimos três meses se fixou em 84.974 euros (84.536 euros no mês anterior).

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".