sicnot

Perfil

Economia

Trabalhadores da Cimpor reúnem-se com administração para tentar travar despedimento coletivo

A Federação Portuguesa dos Sindicatos da Construção, Cerâmica e Vidro (FEVICCOM) e a Comissão de Trabalhadores (CT) da Cimpor reúnem-se hoje com a administração da cimenteira para tentar travar o despedimento coletivo de 25 funcionários da empresa.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

Segundo disse à agência Lusa um representante dos trabalhadores, a reunião está marcada para as 15:00 na sede da Cimpor, em Lisboa, e contará com a presença de representantes dos funcionários -- FEVICCOM e CT -, da administração da empresa e um técnico do Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, como previsto na lei.

A cimenteira Cimpor iniciou na semana passada um processo de reestruturação que afetará 1% dos seus trabalhadores, avançando já em Portugal com um despedimento coletivo de 25 funcionários, na sua maioria quadros superiores.

A empresa justificou este despedimento com a "desaceleração económica sentida em geografias chave para a atividade".

Nesse sentido, a Cimpor iniciou na terça-feira passada "a realização de um processo de reestruturação que afetará cerca de 1% dos seus colaboradores, em países como Brasil, Argentina e Portugal. Em Portugal, este processo cinge-se a cerca de 25 profissionais".

Estes 25 trabalhadores desempenhavam funções nas áreas Corporativa e de Suporte ao Negócio e 'Staff' da Unidade de Negócio Portugal e Cabo Verde, sem abranger assim "qualquer redução nas unidades fabris da Cimpor".

Na altura, fonte da CT confirmou à Lusa que os representantes dos trabalhadores já tinham sido informados desta intenção da administração e que, a avançar - e nos termos da lei -, o despedimento coletivo terá efeitos 75 dias depois do aviso prévio, ou seja, entre dezembro e janeiro.

A Cimpor está presente em oito países de três continentes e conta com cerca de 9.000 colaboradores.

  • Samaris suspenso por três jogos

    Desporto

    O internacional grego do Benfica Samaris foi castigado com três jogos de suspensão pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, após ter sido instaurado um auto de flagrante delito por parte da Comissão de Instrutores.

    Em atualização

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.