sicnot

Perfil

Economia

Banco espanhol Bankinter aumenta lucros em 30,8% no trimestre

O banco espanhol Bankinter, que comprou o Barclays Portugal em setembro, obteve um lucro líquido de 299,5 milhões de euros entre janeiro e setembro de 2015, um aumento de 30,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

Reuters/Arquivo

Reuters/Arquivo

© Susana Vera / Reuters

Em comunicado enviado à Comisión Nacional del Mercado de Valores (CNMV), o regulador espanhol, a instituição financeira explica que o negócio com clientes continua a aumentar, tanto em volume como de receitas, o que lhe permitiu obter uma rentabilidade sobre o capital ou um ROE anualizado de 10,7%.

O Bankinter conserva, além disso, "um sólido nível de solvência, com um rácio de capital de máxima qualidade 'CET1 fully loaded'", ou seja, cumpre todas as exigências da futura norma de Basileia III de 11,5 %.

Quanto ao crédito, o volume total concedido até setembro pelo Bankinter a famílias e empresas somava 43.379 milhões de euros, mais 4,1% do que no mesmo período de 2014.

A instituição financeira espanhola voltou a reduzir a sua taxa de morosidade pelo sexto trimestre consecutivo, até aos 4,35% face aos 4,96% do ano anterior.

O Bankinter também conseguiu reduzir a carteira de ativos imobiliários em 8% para um valor de 546 milhões de euros, com uma cobertura para insolvências de 39,4%.

O banco encerrou setembro com ativos totais de 58.625 milhões de euros, mais 4,1% do que no ano anterior, enquanto que os recursos geridos fora do balanço cresceram 26,5% e, entre eles, os fundos de investimento geridos pela instituição financeira, que cresceram 24% para os 13.000 milhões de euros.

O Bankinter entrou em Portugal a 02 de setembro quando anunciou a compra do negócio do Barclays no país por cerca de 100 milhões de euros.

O banco espanhol ficou com os segmentos de banca de retalho, banca privada e banca de empresas do Barclays Portugal, que inclui uma carteira de créditos de 4.881 milhões de euros, 2.936 milhões de euros em ativos geridos em contas extrapatrimoniais, uma rede de 84 balcões, uma equipa de mil colaboradores e 185 mil clientes, dos quais 20.300 são empresas.

O negócio também incluiu os seguros de vida e pensões em Portugal, com a Bankinter Seguros de Vida, empresa controlada em 50% pelo Bankinter e pela Mapfre, a adquirir a operação em Portugal do Barclays, por 75 milhões de euros.

Lusa

  • Bombeiros ficaram de prevenção após intoxicação em Corroios
    1:16

    País

    17 alunos da escola EB 2+3 em Corroios, no Seixal, foram hospitalizados esta segunda-feira com sintomas de intoxicação alimentar. Os alunos, entre os 7 e os 14 anos, foram transportados 12 para o hospital Garcia de Orta, em Almada e cinco para o hospital do Barreiro. O transporte foi feito pelos bombeiros voluntários da Amora e do Seixal mantiveram uma equipa de socorro no local apenas por prevenção.

  • "Nada mais há a dizer" sobre a Caixa
    0:13

    Caso CGD

    O primeiro-ministro voltou esta segunda-feira a dizer que já não há nada para discutir, na polémica sobre a entrega de declarações de património dos gestores da CGD. Foram as declarações de António Costa, na Cidade da Praia, à margem da quarta cimeira bilateral entre Portugal e Cabo Verde.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46