sicnot

Perfil

Economia

Fundo russo Letter One propõe fusão entre brasileira Oi e TIM

A Oi recebeu uma proposta do fundo russo Letter One na qual este diz estar disponível para injetar 4 mil milhões de dólares caso a brasileira, onde a Pharol detém 27,18%, avance com uma fusão com a TIM.

© Nacho Doce / Reuters

A Oi recebeu "ao final da última sexta-feira, 23 de outubro, de sociedade integrante do grupo de investimentos Letter One uma carta contendo proposta de exclusividade para potencial transação com o fim específico de possibilitar uma consolidação do setor de telecomunicações no mercado brasileiro envolvendo uma potencial combinação de negócios com a TIM Participações", lê-se num comunicado hoje divulgado pela operadora brasileira e divulgado pelo regulador português.

O documento acrescenta que, na proposta, a Letter One, do milionário Mikhail Fridman, "estaria disposta a realizar um aporte de até 4 mil milhões de dólares [3,6 mil milhões de euros] na Oi, condicionada à operação de consolidação" com a TIM, controlada pela Telecom Itália.

A proposta foi enviada pelo BTG Pactual, assessor financeiro, à comissão executiva e ao Conselho de Administração da Oi e "será devidamente analisada pela companhia", em conjunto com os seus assessores legais e financeiros.

A Oi diz que manterá informados os seus acionistas e o mercado se houver qualquer decisão sobre o assunto ou sobre quaisquer eventos relevantes relacionados com a operação.

Pelas 11:15 em Lisboa, as ações da Pharol (antiga PT SGPS) seguiam a registar fortes ganhos, a valorizarem-se 10,09% para 0,37 euros, num dia em que já trocaram de mãos 21,13 milhões de títulos da empresa.

Segundo fonte oficial da empresa, com a atual proposta, "os atuais acionistas não verão diluída a sua posição"

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.