sicnot

Perfil

Economia

Receitas da PT Portugal caem 9,4% para 579 ME no 3.º trimestre

As receitas da PT Portugal caíram 9,4% no trimestre terminado a 30 de setembro, para 579,3 milhões de euros, em termos homólogos, e 1,9% face ao trimestre anterior, divulgou hoje a Altice, dona da MEO.

A Pharol é a antiga PT SGPS. (Arquivo)

A Pharol é a antiga PT SGPS. (Arquivo)

© Hugo Correia / Reuters

O grupo francês que adquiriu a PT Portugal apresentou hoje resultados no seu 'site' e centra-se na reduzida queda em cadeia das receitas no terceiro trimestre deste ano, que justifica com o recuo no segmento empresarial e o facto do segmento grossista ter sido afetado por um longo período de instabilidade em torno dos novos proprietários da operadora, pelo período de transição e pela estratégia geral do mercado no sentido da estabilização do segmento.

As receitas do segmento dos consumidores ('B2C') caíram 3,4%, em termos homólogos.

A Altice destaca o "bom ritmo de crescimento" no fixo no segmento 'B2C' em Portugal, que cresceu 0,3%, para 173,6 milhões de euros, suportado pelo aumento do ARPU (receita média por consumidor) de 3,5%, face ao mesmo trimestre do ano anterior, para 32,8 euros.

Pelo contrário, o segmento móvel 'B2C' da PT Portugal caiu 8,5%, para 150,3 milhões de euros, após grandes perdas nos pré-pagos, causadas pela agressiva concorrência no pós-pago.

"O negócio de telefonia móvel foi impactado pelo declínio do ARPU, que caiu 5% em termos homólogos, para 7,4 euros, apesar de ter subido 4,2% face ao trimestre anterior", lê-se no documento.

O negócio 'B2B' recuou 8,8%, devido a algumas perdas de contratos no setor público e bancário e à contínua política agressiva de preços da concorrência.

O EBITDA (lucros brutos) subiu 11,5%, para 262 milhões de euros, com poupanças significativas nos custos operacionais, na manutenção da rede da empresa, tecnologias de informação e despesas gerais administrativas, tendo a margem de EBITDA sido de 45,2%, mais 8,4 pontos percentuais, em termos homólogos.

O investimento manteve-se estável e atingiu os 67,8 milhões de euros e o 'Operating Free Cash Flow' (fluxo de caixa operacional) subiu 16% para 194 milhões de euros.

A Altice divulgou hoje que as receitas do grupo caíram 2,9% no terceiro trimestre para 3,844 mil milhões de euros, em termos homólogos, tendo as receitas internacionais representado 1,077 mil milhões de euros, menos 0,6%, do que em igual período do ano anterior.

As receitas de França desceram 3,7% para 2,768 mil milhões de euros, em termos homólogos, mas recuaram apenas 0,3% em cadeia.

O EBITDA do grupo cresceu 13% para 1,532 mil milhões de euros, em termos homólogos.

O presidente executivo da Altice, Dexter Goei, afirma que o terceiro trimestre de 2015 "foi outro trimestre forte para o Grupo Altice, com crescimento de 13% do EBITDA ajustado e o crescimento de 34% no fluxo de caixa operacional", em paralelo com a "continuação da estratégia de sucesso baseado na convergência fixo/móvel e na implementação de melhores práticas e eficiência em todas as operações".

"Estamos particularmente satisfeitos com o forte arranque do nosso plano de singergias em Portugal e com o aumento das receitas e da base de clientes em França", frisa.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.