sicnot

Perfil

Economia

Varoufakis nega estar a ser pago a peso de ouro para participar em conferências

O antigo ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, está a ser criticado por cobrar valores milionários e viajar em primeira classe para participar em conferências. Varoufakis nega as acusações. No blogue pessoal, desmente que tenha cobrado mais de 54.000 euros para discursar fora da Europa e 4.500 para uma comunicação num país europeu.

© Neil Hall / Reuters

O ex-ministro grego divulga os 25 eventos onde participou, com os respetivos valores.

Um deles foi em Coimbra, onde explica que só cobrou as despesas da viagem e em classe económica.

Na mensagem, Varoufakis exige "transparência" e garante que as notícias vêm dos "media amigos da troika".

Descreve o semanário grego, que divulgou a tabela de preços das conferências, como difamatório.

Adianta que só recebe por palestras em casos pontuais, mas admite dois eventos a título comercial. Num deles, em Singapura, recebeu 28 mil e 800 euros.

  • Corrida à Agência Europeia Medicamento "não é fácil", admite Costa
    0:50

    Brexit

    António Costa confirmou a apresentação da candidatura para a transferência da agência europeia do medicamento de Londres para Portugal. À margem da cimeira extraordinário sobre o Brexit, o primeiro-ministro salientou a importância da instalação do instituto no país para reforçar a competitividade no setor