sicnot

Perfil

Economia

Varoufakis nega estar a ser pago a peso de ouro para participar em conferências

O antigo ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, está a ser criticado por cobrar valores milionários e viajar em primeira classe para participar em conferências. Varoufakis nega as acusações. No blogue pessoal, desmente que tenha cobrado mais de 54.000 euros para discursar fora da Europa e 4.500 para uma comunicação num país europeu.

© Neil Hall / Reuters

O ex-ministro grego divulga os 25 eventos onde participou, com os respetivos valores.

Um deles foi em Coimbra, onde explica que só cobrou as despesas da viagem e em classe económica.

Na mensagem, Varoufakis exige "transparência" e garante que as notícias vêm dos "media amigos da troika".

Descreve o semanário grego, que divulgou a tabela de preços das conferências, como difamatório.

Adianta que só recebe por palestras em casos pontuais, mas admite dois eventos a título comercial. Num deles, em Singapura, recebeu 28 mil e 800 euros.

  • Novas regras para os pagamentos em dinheiro vivo

    Economia

    Os pagamentos em dinheiro acima de 3.000 euros são proibidos a partir de quarta-feira, mas aos não residentes são permitidos pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, segundo um diploma hoje publicado.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.