sicnot

Perfil

Economia

Sérgio Monteiro vai liderar processo de venda do Novo Banco

Sérgio Monteiro vai mesmo ficar fora do novo Governo. O anterior secretário de Estado dos Transportes vai para o Fundo de Resolução e será o responsável pelo processo de venda do Novo Banco.

(LUSA/ ARQUIVO)

Sérgio Monteiro passa para o Fundo de Resolução em regime de contrato de prestação de serviços, mantém o vínculo à Caixa Geral de Depósitos, onde já estava antes de ser nomeado para o Ministério da Economia.

Na última legislatura Sérgio Monteiro deu a cara pela concessão dos transportes e pela privatização da TAP.

O banco central justificou a decisão afirmando que "a complexidade e os desafios associados ao processo da venda do Novo Banco" levaram à "necessidade de encontrar um responsável de reconhecido mérito e elevada experiência em operações desta natureza que pudesse assegurar a coordenação e gestão de toda a operação, incluindo o acompanhamento do programa de transformação a implementar pelo Novo Banco, que é condição essencial para a sua venda".

O atual Secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicação vai então "assumir a responsabilidade de PMO (Project Management Office) do projeto, estando prevista a sua contratação pelo Fundo de Resolução em articulação com a Associação Portuguesa de Bancos".

A informação do regulador e supervisor bancário confirma, assim, a notícia hoje avançada pelo Público no seu 'site'.

  • Santana Lopes confirma buscas na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
    1:26

    País

    Pedro Santana Lopes confirmou esta quarta-feira a realização de buscas por parte da polícia judiária à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. O provedor da Santa Casa disse aos jornalistas que o processo está relacionado com suspeitas em compras efetuadas pela Misericórdia, situação que há dois anos já tinha sido objeto de inquérito interno.

  • Oposição aproveita debate quinzenal para questões sobre a CGD
    2:35

    Caso CGD

    A oposição aproveitou o debate quinzenal para questionar o primeiro-ministro sobre a polémica em torno da Caixa Geral de Depósitos. O CDS exigiu provas de António Costa para afirmar que as contas do banco foram maquilhadas e o PSD perguntou ao primeiro-ministro se não estranha a demissão de António Domingues quando este apresentou a declaração de rendimentos.

  • Turismo da Madeira investe mais de 3 milhões de euros no programa de festas
    2:22

    País

    A Madeira já vive a época de Natal. O turismo da região investiu mais de 3 milhões de euros no programa de festas de Natal e Fim de Ano para atrair os turistas. Os residentes e também turistas aproveitam para desfrutar do ambiente mágico proporcionado pelas tradicionais iluminações à mistura com as decorações e gastronomia típicas da quadra.