sicnot

Perfil

Economia

Sérgio Monteiro vai liderar processo de venda do Novo Banco

Sérgio Monteiro vai mesmo ficar fora do novo Governo. O anterior secretário de Estado dos Transportes vai para o Fundo de Resolução e será o responsável pelo processo de venda do Novo Banco.

(LUSA/ ARQUIVO)

Sérgio Monteiro passa para o Fundo de Resolução em regime de contrato de prestação de serviços, mantém o vínculo à Caixa Geral de Depósitos, onde já estava antes de ser nomeado para o Ministério da Economia.

Na última legislatura Sérgio Monteiro deu a cara pela concessão dos transportes e pela privatização da TAP.

O banco central justificou a decisão afirmando que "a complexidade e os desafios associados ao processo da venda do Novo Banco" levaram à "necessidade de encontrar um responsável de reconhecido mérito e elevada experiência em operações desta natureza que pudesse assegurar a coordenação e gestão de toda a operação, incluindo o acompanhamento do programa de transformação a implementar pelo Novo Banco, que é condição essencial para a sua venda".

O atual Secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicação vai então "assumir a responsabilidade de PMO (Project Management Office) do projeto, estando prevista a sua contratação pelo Fundo de Resolução em articulação com a Associação Portuguesa de Bancos".

A informação do regulador e supervisor bancário confirma, assim, a notícia hoje avançada pelo Público no seu 'site'.

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.