sicnot

Perfil

Economia

Desemprego na zona euro recua para 10,8%, valor mais baixo desde janeiro de 2012

A taxa de desemprego na zona euro atingiu em setembro o valor mais baixo desde janeiro de 2012, ao fixar-se nos 10,8%, contra 10,9% no mês anterior e 11,5% em setembro de 2014, revelou o Eurostat.

Reuters

Reuters

© Andrea Comas / Reuters

Os dados do gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE) revelam ainda que a taxa de desemprego no conjunto da União a 28 recuou igualmente 0,1 pontos percentuais face ao mês anterior, ao cair de 9,4% em agosto para 9,3% em setembro, que é por seu turno o valor mais baixo desde setembro de 2009 (em setembro de 2014 era de 10,1%).

Em Portugal, tal como anunciou na quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística na sua estimativa provisória, a taxa de desemprego terá igualmente recuado uma décima, em linha com a tendência verificada tanto na zona euro como na UE, ao descer em setembro para 12,2% (contra 13,4% um ano antes, em setembro de 2014).

Ainda assim, Portugal registou em setembro a quinta taxa de desemprego mais elevada da UE, suplantada apenas por Grécia (25%, dados de julho), Espanha (21,6), Croácia (15,4) e Chipre (15,1).

No extremo oposto da lista, os países com taxas de desemprego mais baixas em setembro foram a Alemanha (4,5%), República Checa (4,8%) e Malta (5,1%).

No que respeita ao desemprego jovem, a taxa registada foi de 22,1% na zona euro e de 20,1% na UE, em baixa face aos valores de 23,4% e aos 21,8% registados, respetivamente, um ano antes, em setembro de 2014.

Em Portugal, a taxa de desemprego homóloga entre os trabalhadores com menos de 25 anos baixou em setembro para os 31,2%, face aos 32,8% em setembro de 2014.

Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42