sicnot

Perfil

Economia

BCP cortou 711 postos de trabalho e fechou 42 balcões no último ano

O Banco Comercial Português (BCP) reduziu o seu quadro de pessoal em 711 funcionários e encerrou 42 agências entre setembro de 2014 e setembro último, avançou esta segunda-feira a entidade liderada por Nuno Amado.

Graças à reestruturação em curso, no que toca à atividade doméstica, os custos operacionais em Portugal caíram mais de 8% para 475,2 milhões de euros. (Arquivo)

Graças à reestruturação em curso, no que toca à atividade doméstica, os custos operacionais em Portugal caíram mais de 8% para 475,2 milhões de euros. (Arquivo)

© Hugo Correia / Reuters

Assim, no final dos primeiros nove meses do ano, o BCP contava com um total de 7.555 trabalhadores e 679 agências, contra os 8.266 colaboradores e 721 balcões que detinha um ano antes.

O presidente do banco, Nuno Amado, salientou durante a conferência de imprensa de apresentação das contas que prossegue a bom ritmo "a implementação do plano" negociado com Bruxelas no âmbito do apoio estatal que o banco beneficiou, estando a ser "cumpridos os objetivos estratégicos traçado".

Graças à reestruturação em curso, no que toca à atividade doméstica, os custos operacionais em Portugal caíram mais de 8% para 475,2 milhões de euros.

Já nas operações internacionais houve um aumento dos custos operacionais de 2,8% para 350,2 milhões de euros.

Em termos consolidados, os custos operacionais baixaram 3,8% para 825,4 milhões de euros.

Nuno Amado destacou também mais dois fatores que estão a suportar a recuperação dos resultados do BCP: a melhoria do rácio de eficiência e o abrandamento das imparidades em Portugal.

"O Millennium BCP é o banco mais eficiente em Portugal, com um 'cost to core income' de 56% nos primeiros nove meses de 2015, e é um dos mais eficientes da zona euro", assinalou Nuno Amado.

Quanto às imparidades, houve um recuo de 32,9% para 545,4 milhões de euros em Portugal e um avanço de 35% para 82,6 milhões de euros na atividade internacional.

Em termos de imparidades de crédito, consolidadas, houve uma redução para 628 milhões de euros.

Lusa

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17