sicnot

Perfil

Economia

Lucro dos CTT cai 3,8%

O resultado líquido dos CTT caiu 3,8% nos primeiros nove meses, face a igual período de 2014, para 50,6 milhões de euros, anunciaram hoje os Correios de Portugal.

© Hugo Correia / Reuters

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os CTT explicam que o resultado líquido foi "influenciado por um conjunto de gastos não recorrentes de 7,7 milhões de euros, dos quais 4,8 milhões de euros relacionados com o Banco CTT, que também já apresentou gastos recorrentes de 2,8 milhões de euros".

Excluindo o projeto do Banco CTT, o resultado líquido teria subido 6,9% para 56,3 milhões de euros.

Os rendimentos operacionais subiram 1,3% para 538,1 milhões de euros, com as vendas e serviços prestados a crescerem 2,1% para 527 milhões de euros, enquanto os outros rendimentos operacionais recuaram 26,1% para 11,1 milhões de euros.

O resultado antes de impostos, juros, amortizações e depreciações (EBITDA) recuou 4,1% para 97,4 milhões de euros. Excluindo o efeito do Banco CTT, o EBITDA sobe 3,3% para 105 milhões de euros.

A empresa liderada por Francisco de Lacerda adianta, em comunicado, que "os gastos financeiros incorridos ascenderam a 5,2 milhões de euros, incorporando os gastos financeiros com benefícios aos empregados no montante de cinco milhões de euros e juros associados a operações em 'leasing' financeiro e empréstimos bancários (0,1 milhões de euros)".

Os gastos financeiros com benefícios aos empregados diminuíram em 3,6 milhões de euros, refletindo o efeito da diminuição da taxa de desconto de 4% para 2,5% e a redução dos gastos com benefícios pós-emprego, que beneficiaram da renegociação do plano de saúde ocorrida no início deste ano, refere.

Entre janeiro e setembro, o tráfego de correio endereçado caiu 3,1%, enquanto no terceiro trimestre a queda foi de 4,9%, "mais acentuada que a ocorrida no primeiro semestre" deste ano, conforme a empresa já tinha antecipado.

O tráfego do correio transacional caiu 3,5% nos primeiros nove meses e 4,6% no trimestre e no correio editorial a diminuição foi de 2,7% (no trimestre foi de -4,6%).

Já o tráfego do correio publicitário endereçado estabilizou no terceiro trimestre, ao subir 0,4%, "devido sobretudo aos efeitos das campanhas associadas às eleições legislativas, registando ainda um decréscimo de 6,9% nos primeiros nove meses de 2015".

Apesar da queda do tráfego, "os rendimentos operacionais da área de negócio de correio ficaram 2,6% acima dos de igual período" de 2014.

O tráfego da área de expresso e encomendas aumentou 4,6% nos primeiros nove meses.

"Os CTT registaram neste período em Portugal um tráfego de 10,6 milhões de objetos (+6,4%) que o período homólogo" e "reforçam a posição de liderança no mercado nacional com uma quota de 34,8%" no segmento expresso.

O segmento expresso e encomendas registou 96 milhões de euros de rendimentos operacionais, mais 2,2% (mais 2,1 milhões de euros), decorrente do crescimento em todos os mercados: Portugal (mais 1,4 milhões de euros), Espanha (mais 0,2 milhões de euros) e Moçambique (mais 0,5 milhões de euros)".

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Chamar o médico a casa é um procedimento habitual para muitas famílias, mas chamar um enfermeiro a casa é menos comum. Uma portuguesa criou um sistema inovador no mundo em que pode chamar um enfermeiro a casa através da internet ou de uma aplicação para telemóvel com os mesmos preços em todo o país e sem mensalidades. Só paga o serviço que utilizar. O Contas Poupança foi conhecer os preços e comparar para ver se compensa.

  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.