sicnot

Perfil

Economia

Moody's corta rating da Volkswagen

A agência de notação financeira Moody's cortou hoje o 'rating' atribuído ao grupo Volkswagen, de A2 para A3, devido às últimas irregularidades detetadas nos motores da construtora automóvel.

Brennan Linsley

"A descida de hoje reflete os riscos crescentes para a reputação da Volkswagen e seus benefícios futuros", justificou a analista- chefe da Moody's Yasmina Serghini, citada no comunicado hoje divulgado pela instituição.

A decisão, que coloca todas as notas atribuídas à empresa em "perspetiva negativa", foi tomada depois de a Moody's estudar "o anúncio de 03 de novembro" da Volkswagen em relação às "irregularidades nos níveis de CO2 e o consumo de combustível de certos grupos de veículos", bem como as novas acusações vindas dos Estados Unidos.

A Agência de Proteção do Meio Ambiente (EPA na sigla em inglês) norte-americana denunciou na segunda-feira que os veículos daquele grupo alemão com motor 'diesel' de 3 litros V6 TDI também têm o 'software' que dá informação de emissões poluentes reduzidas para cumprir os limites legais apenas quando o automóvel está num banco de provas.

"Estas novas denúncias supõem novos desafios à flexibilidade financeira e à posição competitiva da Volkswagen", argumentou Yasmina Serghini, acrescentando que a Moody's tem cada vez mais dúvidas sobre os controlos internos na empresa automóvel, o que "debilita ainda mais o seu perfil de crédito".

No entanto, a Moody's considera que a Volkswagen tem "capacidade financeira" para assumir os custos do novo escândalo, ainda que "persistam incertezas" sobre o montante necessário para responder a estas questões, sobre o tempo necessário e sobre o eventual impacto na perceção das marcas do grupo.

Lusa

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.