sicnot

Perfil

Economia

BCE reduz em 900 milhões provisão de liquidez de urgência

O Banco Central Europeu (BCE) reduziu, a pedido do Banco da Grécia, em 900 milhões de euros o limite do mecanismo de provisão de liquidez de urgência para os bancos gregos, porque as necessidades destes diminuíram, foi hoje anunciado.

A sede do BCE, em Frankfurt, Alemanha.

A sede do BCE, em Frankfurt, Alemanha.

© Ralph Orlowski / Reuters

Segundo informou hoje o Banco da Grécia em comunicado, o 'plafond' máximo do mecanismo de provisão de liquidez de urgência (ELA, Emergency Liquidity Assistance) para os bancos gregos fica agora em 86.000 milhões de euros até 18 de novembro, data em que está prevista a próxima reunião do conselho de governadores do BCE.

Esta redução reflete a melhoria da liquidez dos bancos gregos, que decorreu em simultâneo com uma diminuição da incerteza e da estabilização do fluxo de depósitos no setor privado, adiantou o banco central grego no comunicado.

A última diminuição do 'plafond' ocorreu a 22 de outubro último, quando o BCE reduziu em 1.000 milhões de euros.

A banca grega recebeu estes créditos de emergência durante os últimos meses depois de em meados de fevereiro o BCE ter deixado de aceitar a dívida grega como garantia nas operações de refinanciamento.

A ELA foi neste período praticamente o único canal pelo que os bancos podiam aceder a financiamentos de forma excecional e a curto prazo através do Banco da Grécia, ainda que a uma taxa de juro mais elevada que a praticada pelo BCE nas operações ordinárias de refinanciamento (0,05%).

Neste sentido, a redução deste fundo é um sinal positivo para a economia porque mostra a progressiva normalização da situação do sistema bancário, depois do acordo para o terceiro resgate alcançado entre Atenas e as instituições credoras em julho.

No entanto, o país continua desde junho último sob a imposição de controlos de capitais, que o Governo de Alexis Tsipras espera poder levantar completamente no primeiro semestre de 2016.

Depois da decisão do BCE de não oferecer mais liquidez e para evitar uma saída massiva de depósitos em clima de plena incerteza política e económica, o Governo grego chefiado por Alexis Tsipras impôs um controlo de capitais, que manteve os bancos gregos fechados durante três semanas, e continua em vigor até à data, mas com muito menos restrições.

Antes do final do ano espera-se que se conclua o processo de recapitalização dos quatro principais bancos gregos, para os quais o BCE calculou necessidades de 4.400 milhões de euros num cenário base e de 14.400 milhões de euros para um cenário adverso, ou seja no caso dos parâmetros económicos evoluírem pior do que o previsto.

O BCE espera que os bancos possam capitalizar pelos seus próprios meios as necessidades básicas de modo a que apenas 10.000 milhões de euros provenham do programa de resgate.

Do terceiro resgate à Grécia no valor de 86.000 milhões de euros, apenas 25.000 milhões estão reservados para a recapitalização da banca.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.