sicnot

Perfil

Economia

Consolidação orçamental ameaçada por falta de acordo político, alerta Bruxelas

A Comissão Europeia alertou hoje que a redução do défice orçamental de Portugal em 2015 assenta em fatores cíclicos e não em medidas estruturais e aponta para riscos, incluindo a falta de acordo político para 2016 e 2017.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

Nas previsões económicas da primavera, hoje divulgadas, Bruxelas melhorou a previsão para o défice este ano, esperando que fique nos 3%, ligeiramente abaixo dos 3,1% previstos anteriormente, mas ainda acima dos 2,7% antecipados pelo Governo.

Para o executivo comunitário, os riscos que se colocam às previsões orçamentais "estão inclinados para o lado negativo", tendo enumerado uma série de aspetos que podem colocar desafios ao desempenho orçamental de Portugal.

"Possíveis derrapagens na despesa e o ainda pendente acordo político em relação às medidas de consolidação para 2016 e 2017" estão entre os riscos identificados por Bruxelas.

No entanto, o executivo europeu adverte que "a redução do défice orçamental [em 2015] baseia-se em fatores cíclicos e não em medidas estruturais adicionais".

Por isso, o défice estrutural, que elimina os efeitos do ciclo económico, deverá "agravar-se em cerca de 0,5 pontos percentuais" este ano, atingindo os 1,8% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo as projeções hoje divulgadas.

Para o próximo ano, num cenário de políticas inalteradas devido à "ausência de um projeto de plano orçamental completo", a Comissão prevê que o défice orçamental caia para os 2,9% do PIB, uma estimativa que está ligeiramente acima da prevista em maio (2,8%).

Quanto ao défice estrutural, que pretende captar o défice que a economia apresentaria se estivesse no seu pleno emprego, Bruxelas espera que este "se deteriore mais cerca de 0,5 pontos percentuais" em 2016, ficando nos 2,3%.

Já para 2017, o último ano das projeções hoje divulgadas, Bruxelas antecipa uma redução do défice orçamental para os 2,5% do PIB e que, "na ausência de novas medidas de consolidação, o saldo estrutural permaneça amplamente inalterado", ficando nos 2,4% nesse ano.

Lusa

  • Bruxelas volta a rever em baixa défice para 2015

    Economia

    A Comissão Europeia voltou a rever em baixa o défice para 2015. O valor, que é agora de 3%, continua acima da estimativa do Governo e está mesmo em cima da linha vermelha do défice excessivo. Bruxelas alerta ainda para a possibilidade de um longo período de incerteza política poder prejudicar a confiança dos consumidores e empresas.

  • Bruxelas insiste para que Governo envie esboço do OE 2016
    0:34

    Economia

    A dois dias da divulgação das previsões económicas de outono, a Comissão Europeia continua sem receber qualquer esboço com as linhas orçamentais de Portugal. O Governo deveria ter entregado o documento a Bruxelas no passado dia 15 de outubro, mas Passos Coelho justificou que só o novo Executivo poderia fazê-lo. A Comissão volta a dizer que os dados portugueses são necessários para a análise do défice e dívida comparável em todos os países da Zona Euro.

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17