sicnot

Perfil

Economia

FMI diz que banqueiros devem ser responsabilizados pelos seus atos

Os banqueiros devem "ser responsabilizados" pelos seus atos em caso de má administração e não devem escapar a sanções judiciais pagando multas, defendeu hoje a diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde.

© Umit Bektas / Reuters

"Precisamos de uma cultura de responsabilização dos indivíduos pelos seus atos, bons ou maus", declarou a dirigente num seminário organizado pela Reserva Federal (Fed) de Nova Iorque.

Segundo Lagarde, a responsabilidade "civil e penal" dos banqueiros deve poder ser individual para os "dissuadir" de adotar comportamentos contrários à ética e à lei e de assumir riscos financeiros irrefletidos.

Para a diretora-geral do FMI, o atual sistema que permite aos bancos e aos seus quadros evitarem ser processados mostrou os seus limites.

Grandes bancos envolvidos em escândalos nos últimos anos conseguiram acordos com as autoridades dos Estados Unidos pagando multas avultadas para evitar os tribunais.

Lagarde explicou que não quer que assumir riscos financeiros seja condenado, mas permitir que se ponha fim ao "clima de irresponsabilidade" que reina no setor financeiro.

Lusa

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".