sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal a caírem a dois, cinco e dez anos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a cair a dois, a cinco e a dez anos em relação aos valores de quinta-feira, alinhados com os da Grécia, Irlanda e Itália.

(Lusa/ Arquivo)

Cerca das 08:40 de hoje em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a recuar para 2,606%, contra 2,609% na quinta-feira e depois de terem subido até aos 3,253% a 15 de junho passado, um máximo desde meados de outubro de 2014.

O mínimo de sempre é de 1,560% e foi registado a 13 de março passado.

Os juros a cinco anos também estavam a descer, para 1,312%, contra 1,315% no fecho de quinta-feira, depois de terem atingido o máximo de 1,927% a 16 de junho e o mínimo de 0,749% a 10 de abril deste ano.

No mesmo sentido, no prazo de dois anos, os juros estavam a descer, para 0,248%, contra 0,261% na quinta-feira, depois de a 08 de julho terem batido o máximo, de 0,807%, desde outubro.

O mínimo de sempre dos juros a dois anos, de 0,013%, foi alcançado a 13 de abril passado.

Os juros de Espanha estavam a descer a dois e cinco anos e a subir a dez anos.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha cerca das 8:40:

2 anos... 5 anos... 10 anos

Portugal

06/11....0,248.....1,312....2,606

05/11....0,261.....1,315....2,609

Grécia

06/11......7,502....n disp....7,613

05/11......7,507....n disp....7,628

Irlanda

06/11......-0,195....0,266.....1,165

05/11......-0,186....0,284.....1,176

Itália

06/11......0,055.....0,563....1,688

05/11......0,063.....0,568....1,696

Espanha

06/11......0,037......0,696....1,803

05/11......0,040......0,699....1,798

Fonte: Bloomberg Valores de 'bid' (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.